março 2019 - soGi - Sistema Online de Gestão Integrada
×

Como o SOGI LIRA ajuda na qualidade de seus processos?

Já ouviu falar do Módulo LIRA? Ele faz parte do SOGI, software desenvolvido para proporcionar uma visão clara de todo o sistema de gestão de uma empresa, tanto do ponto de vista operacional quanto gerencial.

Este software utiliza as metodologias mais modernas de sistemas de gestão e surge como um substituto das planilhas de Excel. Seu objetivo é facilitar o monitoramento de todos os requisitos legais aplicáveis a uma organização e gerenciar os planos de ação para melhorar o atendimento de tais requisitos.

O que é SOGI Módulo Lira?

É uma ferramenta amparada pelas normas internacionais de gestão, e sua metodologia permite identificar os requisitos em âmbito federal, estadual e municipal, com um sistema atualizado constantemente para que nunca ocorra defasagem ou desinformação a respeito das legislações que porventura tenham sido revogadas, incluídas, excluídas ou alteradas.

Sua interface possui painéis de bordo que apresentam todos os requisitos de maneira intuitiva, incluindo quesitos, ações, prazos e alertas. Ela também conta com um sistema de cores, que alerta se existe atraso em relação ao cumprimento de algum requisito, se este se encontra em período de recorrência ou de monitoramento, e também informa pendências e sinaliza o status do atendimento de cada item.

Além disso, pode-se cadastrar outros requisitos, sejam eles associados a clientes, fornecedores, normas técnicas, obrigações derivadas de comunidades de partes interessadas, licenças e condicionantes. Pode-se também fazer o controle de históricos de registro do sistema de gestão, introduzir anexos, evidências, fotos e registros que provam a forma da condução e do monitoramento de seu sistema de gestão.

Todas as informações são organizadas e facilmente verificadas através de relatórios com gráficos e estatísticas. E tudo com suporte técnico e jurídico de uma equipe especializada para garantir a eficácia e eficiência do sistema de gestão.

Quais são os ganhos ao usar módulo LIRA?

# O banco de dados é atualizado diariamente com os requisitos e obrigações pertinentes (federais, estaduais e municipais);

# O sistema permite inserir e replicar informações de uma unidade para outra da empresa, facilitando os processos de cadastramento, busca e compartilhamento de informações. Também possibilita a emissão de relatórios e gráficos corporativos, e a comparação de dados e indicadores entre as unidades.

# Você pode criar quantos usuários desejar e fazer o upload ilimitado de documentos. Também é possível definir responsáveis pela gestão de cada item e ficar ciente do custo do não cumprimento de um requisito e do índice de recorrência de cada um;

# É possível gerar cartas de atualização mensais e emitir alertas de atualização de legislações e de pendências no sistema.

Além disso, sua empresa contará com suporte técnico e suporte jurídico, e também de uma assessoria para esclarecimento de dúvidas.

O LIRA torna mais fácil e seguro o monitoramento de todas as leis e requisitos legais aplicáveis à sua organização, impedindo a perda de prazos e o não cumprimento de leis importantes para sua empresa. Evite multas, reduza riscos de acidentes de trabalho, crimes ambientais ou embargos trabalhistas através de uma gestão preventiva, garantindo a Compliance de sua empresa no atendimento à legislação.

LIRA agilizando seu monitoramento

O Módulo Lira, da plataforma SOGI é capaz de listar todos os requisitos aplicáveis à sua empresa. Além disso, temos uma equipe técnica e jurídica que capta as leis, analisa e interpreta. Logo em seguida, são inseridas no Módulo LIRA.

Além disso, o módulo Lira permite que você tenha acesso às obrigações que os requisitos legais geram para sua empresa. Portanto, com este módulo, sua empresa será capaz de fazer todo o gerenciamento, por meio das evidências ou doe não cumprimento. Tudo de maneira assertiva!

O módulo Lira possui atualização mensal. Além disso, oferecemos todo Suporte Técnico e Jurídico necessários para o bom andamento da sua gestão. De agora em diante, monitorar seus requisitos aplicáveis ficou mais fácil!


Fale conosco e solicite uma apresentação da Módulo LIRA – SOGI!

Como realizar a identificação das Leis Aplicáveis ao Negócio com SOGI

O SOGI – Sistema Online de Gestão Integrada – é um sistema via web que auxilia as empresas a conhecerem e gerenciarem as leis e os requisitos legais aplicáveis ao seu negócio.

Adesão ao Software SOGI

O software permite ainda o monitoramento dos aspectos e impactos ambientais, perigos e riscos à saúde e segurança no trabalho, tratamento de não conformidades, gestão de documentos internos que tenham validade e sejam passíveis de renovação ou condicionantes em seu, além de ter acesso a indicadores relativos ao atendimento da legislação.

A versão 8.0 é uma construção conjunta da Verde Ghaia e de seus clientes, por meio de avaliações de satisfação do produto e implementação de melhorias sugeridas. Tudo isso para melhorar o atendimento das necessidades das empresas.

O SOGI ainda mantém a estrutura dos módulos: 

# MÓDULO ADMINISTRATIVO,

# MÓDULO LIRA,

# MÓDULO GAIA,

# MÓDULO PRSSO,

# MÓDULO AUDITORIA,

# MÓDULO TNC – Tratamento de Não Conformidade

# MÓDULO LICENÇAS,

# MÓDULO GRC – Governança, Risco e Compliance

# MÓDULO LICENÇAS E CONDICIONANTES

Conheça as funcionalidades de cada Módulo do SOGI
VG Digital – Gestão de Conformidade Legal

Módulos e Funcionalidades

O SOGI é o mais completo e confiável software para gerenciamento de legislação e requisitos legais do mercado.

Quais são as etapas para a implantação?

• Identificação da legislação com base no questionário online;

• Revisão da aplicabilidade das leis através de consultoria in loco ou a distância;

• Realização do treinamento do sistema in loco ou à distância.

Que tipo de empresa contrata?

a) Empresas que possuem ou estão em busca de certificação nas normas ISO 9001, ISO 14001, OHSAS 18001, NBR 16001, ISO 50001, ISO 22000, dentre outras.

b) Empresas que não têm interesse na certificação, mas que possuem política de gestão nos temas e buscam monitorar legislações, aspectos e impactos, perigos e riscos, não conformidades e outros requisitos (documentos).

c) Empresas que precisam atender requisitos de exigências na qualificação de fornecedores provindas de seus parceiros, clientes e outras partes interessadas.

Quais os benefícios para quem contrata?

• Conhecimento e gerenciamento das leis aplicáveis ao negócio;

• Conhecimento e gerenciamento dos riscos significativos e medidas de controle, em relação aos riscos ambientais e de segurança no trabalho;

• Redução dos riscos por processos trabalhistas;

• Redução dos riscos por crimes ambientais;

• Redução de riscos de responder à processos judiciais por responsabilidade civil, administrativa ou penal; multas e autos de infração que decorram de acidentes de trabalho, crimes ambientais, crimes trabalhistas, através do monitoramento preventivo das obrigações legais;

• Total controle dos processos relacionados aos temas de gestão;

• Suporte jurídico nos temas monitorados.

Conformidade Legal e Gestão Integrada Conformidade

POR QUE MINHA EMPRESA DEVE FAZER?

A estratégia da sustentabilidade das organizações deve estar voltada para a Gestão de Riscos, Compliance e a Prevenção. Somente seguindo este caminho é possível alcançar resultados importantes que sejam relevantes para a alta direção.

COMO MINHA EMPRESA PODE FAZER?

Somos especialistas em soluções que aceleram esta gestão. Através de softwares e outsourcing ajudamos as organizações na gestão da Sustentabilidade, com foco nas questões Ambientais, de Qualidade, Segurança Ocupacional, Responsabilidade Social, Segurança de Alimentos e Gestão de Energia.

O QUE MINHA EMPRESA DEVE FAZER?

Buscar ferramentas que possibilitem alcançar estes resultados com metodologias confiáveis e com todo o suporte necessário. O SOGI é o software online da Verde Ghaia que oferece resultados rápidos e integrados.

GESTÃO LEGAL

Gerenciamento completo dos requisitos legais e legislações municipais, estaduais e federais aplicáveis ao negócio.

GESTÃO INTEGRADA

Controle do Sistema de Gestão através de módulos específicos para Tratamento de Não Conformidades, Planos de Ação, Auditoria de Conformidade Legal, Gerenciamento de Aspectos e Impactos e Perigos e Riscos.

GESTÃO ESTRATÉGICA

Riscos e oportunidades, emissão de relatórios e gráficos gerenciais para tomada de decisão.

Conheça as funcionalidades dos Módulo do SOGI

Conhecer um pouquinho sobre cada um dos Módulos do SOGI é uma forma de você entender qual a sua real necessidade quanto ao monitoramento de conformidade legal, de requisitos, normas.

Cada módulo foi pensando, planejado e criado pela equipe interna da verde Ghaia para atender às demandas dos nossos clientes com soluções eficientes e agéis.

Venha conhecer um pouquinho dos Módulos!

Conheça as funcionalidades de cada Módulo do SOGI
Como fazer Mapeamento Preventivo no seu Sistema de Gestão?

Módulo LIRA – Gerenciamento de Requisitos

O Módulo LIRA foi desenvolvido para você que deseja ter uma visão clara de todo o seu sistema de gestão, tanto do ponto de vista operacional quanto gerencial.

LIRA significa Lista Interna de Requisitos Aplicáveis e é um software que utiliza as metodologias mais modernas de sistemas de gestão e que vem para substituir as planilhas de Excel. Seu objetivo é tornar mais fácil o monitoramento de todos os requisitos legais aplicáveis à sua organização e gerenciar planos de ações, a fim de melhorar o atendimento desses requisitos.

Ela já é amparada pelas normas internacionais de gestão, e sua metodologia permite identificar os requisitos em âmbito federal, estadual e municipal, estando sempre em constante atualização para que você nunca fique defasado ou desinformado sobre as legislações que foram revogadas, incluídas, excluídas ou alteradas.

O Módulo LIRA possui painéis de bordo que apresenta todos os requisitos de maneira fácil, incluindo quesitos, ações, prazos e alertas. Através de cores, avisa se existe atraso em relação ao cumprimento de algum requisito, se é período de recorrência ou de monitoramento, informa os alertas de pendências e sinaliza os status do atendimento aos requisitos.

Outra possibilidade é inserir a abrangência de um requisito por área, processo ou atividade. E tudo isso não mais de forma genérica, mas específica, com responsabilidades e prazos para cada requisito.

A matriz LIRA nos dá também a opção de cadastro de outros requisitos, sejam associados a clientes, fornecedores, normas técnicas, obrigações derivadas de comunidades de partes interessadas, licenças e condicionantes. Além disso, permite controlar os históricos de registro do sistema de gestão, introduzir anexos, evidências, fotos, registros que provam a forma da condução e do monitoramento do seu sistema de gestão.

Todas as informações são organizadas e facilmente verificadas por meio de relatórios com gráficos e estatísticas. E ainda conta com todo o suporte técnico e jurídico necessários para garantir a eficácia e eficiência do seu sistema de gestão.

Módulo Corporativo

O Módulo Corporativo foi desenvolvido para você que possui unidades corporativas e precisa manter e monitorar os mesmos padrões de qualidade e de atendimento em todas elas, de maneira fácil, simples e num único local.

No Módulo Corporativo você pode definir os critérios exclusivos para a gestão corporativa do seu sistema, quem possui acesso às suas outras unidades, visualizar e comparar a performance de atendimento dos requisitos entre as unidades da sua organização, gerenciar pendências em qualquer unidade e avaliar as obrigações de todas elas de forma otimizada.

Com o Módulo Corporativo fica mais fácil também tomar as decisões estratégicas para a sua organização, pois ele fornece gráficos corporativos e dados históricos dos indicadores de atendimento das unidades.

O Módulo Corporativo é a oportunidade que você tem para otimizar o seu tempo e a sua gestão! Contrate agora mesmo!

Módulo Auditoria

Para garantir a eficácia do seu sistema de gestão, é necessário realizar auditorias internas de conformidade legal de seu negócio. É através dessas auditorias que você identifica possíveis falhas e realiza ações para a correção das mesmas, evitando multas, riscos diversos, sanções legais, paralisação de atividades, processos judiciais, danos à reputação da empresa, perdas financeiras e de mercado e até a interdição de seu negócio. Você pode também avaliar a performance dos processos, colaborando de forma direta nos resultados da sua empresa e se preparando para uma auditoria certificadora.

Com o Módulo Auditoria você pode realizar estas auditorias internas de maneira completa, organizada, fácil e segura. Ou seja, é possível iniciar um programa de auditorias internas de seu sistema de gestão introduzindo critérios claros já determinados pelo seu sistema, de acordo com a periodicidade definida pela sua organização, bem como acompanhar as ações preventivas e corretivas.

Além de auditar todo o seu sistema de gestão, com o Módulo Auditoria você também pode auditar a aplicabilidade desses requisitos dentro do seu sistema de gestão. Todas as informações e comparativos dos processos e procedimentos da sua empresa, como as não conformidades, as evidências objetivas e a metodologia para o tratamento dessa não conformidade ficam fácil de serem visualizadas. Assim é possível analisar se existe algo para modificar ou melhorar.

E tudo fica registrado, sendo gerados automaticamente relatórios explicativos e relatórios gerenciais para as apresentações nas reuniões de análise crítica da sua organização.

Com o Módulo Auditoria você também economiza tempo, porque ele já possui integração com os Módulos LIRA e TNC. Ele também notifica automaticamente o suporte técnico e jurídico da Verde Ghaia para facilitar e otimizar ainda mais o processo de auditoria.

Então, se você quer ter a certeza que seu sistema de gestão é eficaz e que sua organização não possui não conformidades graves, e saber o que é relevante para seu negócio e onde investir seu orçamento, o Módulo Auditoria é o ideal para você!

Módulo GAIA – Levantamento de Aspectos e Impactos

O Módulo GAIA (Gerenciamento de Aspectos e Impactos Ambientais) foi desenvolvido para facilitar o gerenciamento de todos os aspectos e impactos ambientais da sua organização. Além disso, auxilia você na avaliação desses impactos e na criação de planos de ação voltados para a melhoria e adaptação às exigências.

Com o Módulo GAIA você vai ter conhecimento de todos os aspectos e impactos ambientais significativos da sua atividade, vai ter a certeza se os seus controles estão sendo eficazes ou não, vai poder analisar quais os riscos mais relevantes para seu negócio e também avaliar se há oportunidades de redução de custo ou de novos investimentos para sua organização.

Através da metodologia desenvolvida especialmente para este módulo, vai ficar fácil identificar a significância dos aspectos e dos impactos ambientais aplicáveis à sua organização e a correlação disso com a legislação. Tudo isso porque o software dará a você o procedimento e os critérios de identificação se o seu aspecto e impacto ambiental é significativo ou não, identificando de forma clara os aspectos que precisam de controle operacional para reduzir suas ocorrências, bem como criar e gerenciar planos de ação para cada aspecto em sua atividade e processos.

E ainda tem muitos outros benefícios para melhorar muito mais o seu sistema de gestão ambiental: armazenamento de informações e históricos, melhor visualização das planilhas, geração automática de relatórios e gráficos gerenciais, envio automático por e-mails dos status dos planos de ação, maior agilidade nos controles e possibilidade de controle centralizado.

Ter a certeza de identificar os riscos e as oportunidades, a severidade, a frequência, a probabilidade, a incidência, o nível de controle, o risco residual de todos os aspectos e impactos ambientais existentes para seu negócio evitando a ocorrência e melhorando sua gestão ambiental? Isso só e possível com o Módulo GAIA!

Módulo PRSSO – Perigos e Riscos em Saúde e Segurança Ocupacional

Se a sua organização se preocupa com o registro, avaliação e gerenciamento dos perigos e riscos da segurança e saúde ocupacional, o Módulo PRSSO (Perigos e Riscos da Saúde e Segurança Ocupacional) é para você! De forma contínua e proativa, você irá mitigar e até mesmo eliminar estes riscos, deixando-os em níveis “aceitáveis” para sua organização e tendo conhecimento de onde implementar controles eficazes para evitar a ocorrência de riscos para toda a sua equipe.

O Módulo PRSSO foi desenvolvido para te auxiliar a identificar, avaliar e monitorar os perigos e riscos de acidentes, incidentes e doenças ocupacionais, por atividade, processos ou áreas, sejam eles físicos, psíquicos, emocionais, presentes ou futuros, considerando o contexto da sua organização.

Através dele você também pode registrar e avaliar sua matriz de perigos e riscos, identificar seus principais riscos, avaliar a significância dos perigos e de seus controles operacionais, criar e gerenciar planos de ação voltados para a melhoria e adaptação às exigências e gerar gráficos e relatórios gerenciais para cada perigo em suas atividades e processos.

Com o Módulo PRSST você vai ter a resposta para perguntas como: quais os perigos e riscos significativos em seu ambiente de trabalho? Os controles utilizados estão sendo eficazes? Onde existe oportunidades de redução de custou ou de novos investimentos? Ou seja, você garante a segurança e a saúde de toda a sua equipe e ainda gerencia de maneira eficaz seus riscos e oportunidades! Contrate agora mesmo!

Módulo TNC – Tratamento de Não Conformidades

O Módulo TNC foi desenvolvido para tornar seu processo de gestão das não conformidades muito mais eficaz e estratégico. Ele te auxilia no monitoramento e controle de todas as etapas que compõem o tratamento das não-conformidades identificadas em sua organização, processo, produto, acidentes e incidentes, auditorias internas e externas, possibilitando que você tome ações corretivas e preventivas de maneira fácil e segura.

Gerenciar as não conformidades é tão importante porque quando uma organização não se preocupa adequadamente com o tratamento delas, ela pode ter dificuldade em fazer negócios com outras empresas ou prestar serviços, pode sofrer multas, sanções, proibições de atuação e até interdição das atividades.  

Todas essas penalidades geram custos para a empresa. E você, como gestor, deve evitar esses custos e reduzir o máximo possível os riscos que possam existir. E caso haja algum desvio ou não conformidade, que sejam tomadas as ações pertinentes para corrigir os problemas e evitar que eles ocorram novamente. Somente assim se garante a melhoria contínua do seu processo, produto ou serviço e, principalmente, evita perda de mercado. 

Entre suas várias funções estratégicas, o Módulo TNC possibilita a correlação mais rápida da não conformidade com a obrigação legal e os requisitos normativos que a sua organização deverá cumprir. Ele também tem a possibilidade de cadastrar ações, responsáveis, indicar mais de um responsável para tratar determinada conformidade e fazer a garantia de permissões de determinada área, atividade ou pessoa para acessar determinada conformidade. Permite também a criação e o gerenciamento de planos de ação adaptados às necessidades da sua empresa e inclusive identificar a causa da não conformidade, através da técnica de árvore de porquês.

Além disso, com o Módulo TNC é possível fazer a inserção de anexos e documentos como evidências, monitorar os status das não conformidades e principalmente, no fechamento dessa não conformidade fazer a verificação do seu atendimento e garantir que todo o sistema de gestão esteja em conformidade.

E para que sua gestão das não conformidades seja ainda mais facilitada, a Verde Ghaia também oferece assessoria no momento de inserir suas evidências de atendimento ou não aos requisitos legais.

Quer uma gestão muito mais eficaz e eficiente agindo de forma preventiva? Contrate o Módulo TNC!

Módulo Administrativo

No Módulo Administrativo você gerencia os acessos e as operações realizadas por seus usuários de maneira fácil e clara. E esses usuários podem ter acesso, por exemplo, única e exclusivamente àqueles requisitos que se aplicam à sua atividade ou à sua tarefa.

O cadastro de usuários é ilimitado e pode ser feito por área, processo, atividade ou departamento, definindo responsabilidades diretas dentro do sistema de gestão e dando a cada um apenas as permissões necessárias que definem quais ações que eles podem realizar no sistema, tais como: acessos, visualização, alteração, exclusão ou inserção de dados ou revisão, ou inclusão e exclusão de determinados requisitos.

Além dos perfis padrões já definidos no Módulo Administrativo, como visitantes, tutor, administrador ou auditor, você também pode configurar um novo perfil de acordo com as necessidades de acesso de cada grupo.

Se você quer economia de tempo, praticidade, agilidade e segurança para seu sistema de gestão, o Módulo Administrativo é ideal para você!

Módulo Gestão de Riscos e Compliance

O novo módulo de Gestão de Riscos foi desenvolvido com base na ISO 31000 motivado pelas novas versões da ISO 9001 e ISO 14001 que enfatizam o tema. Além disso, com a mudança da OHSAS 18001 para a ISO 45001, passou a ser imprescindível a necessidade de identificar e implementar ações para monitorar os perigos e riscos associados às atividades, aos produtos, aos serviços ou às tarefas da sua organização e também as oportunidades, ou seja, os pontos fortes internos e externos e as vantagens que você tem frente a seus concorrentes.

Então, para você que deseja uma gestão preventiva, ética e eficaz dos riscos e oportunidades de seu negócio, e que esteja de acordo com todos os requisitos legais aplicáveis, princípios éticos, missões e valores da sua organização, o Módulo de Gestão de Riscos foi feito para você!

Com ele você pode identificar/registrar, avaliar e monitorar todos os riscos e oportunidades ligados a seu negócio, auxiliando você a prevenir multas, interdições, paralisações da atividade, perda de reputação e até perda de capital e de mercado, como também ajuda a aumentar a confiança e a atratividade dos investidores e financiadores, reduzindo o custo de capital e aumentando o valor de mercado da sua organização.

A metodologia utilizada permite criar os critérios de avaliação e definir o método de cálculo dos seus riscos e oportunidades utilizando métodos quantitativos que podem ser adaptados à metodologia já utilizada em seu negócio, tais como o FMEA e a Matriz de Risco. Tudo isso de forma simples e clara, apontando se eles são significativos ou não seguindo os critérios da sua atividade.

O Módulo Gestão de Riscos também permite que você crie ações preventivas, corretivas, emergenciais, ou ainda personalize ações e também defina responsáveis e prazos para cada ação. E para facilitar a visualização e a análise, gera relatórios e gráficos gerenciais, classifica a origem e a severidade do risco e da oportunidade, a probabilidade de ocorrência, tem critérios de priorização e permite a gestão e monitoramento da relação com as partes interessadas.

Portanto, se você deseja saber qual o impacto de determinado risco ou oportunidade para seu negócio, qual a prioridade do risco, como manter a sua equipe atendendo a condutas éticas, o que é relevante para seu negócio, quais ações priorizar e onde investir seu orçamento, contrate agora mesmo o Módulo Gestão de Riscos!

Módulo Controle de Licenças e Condicionantes

O Módulo Controle de Licenças e Condicionantes foi desenvolvido para você que quer otimizar e agilizar o seu sistema de gestão. Ele pode ser utilizado em pequenas, médias e grandes empresas que possui uma gestão corporativa e diferentes licenças, condicionantes e fornecedores para monitorar. Ou em atividades que possuem muitos impactos ambientais e são passíveis de licenciamento ambiental, tais como construção civil, atividades de mineração, concessões, óleo e gás, entre outras.

Com o Módulo Controle de Licenças e Condicionantes você não perderá mais prazos, pode prevenir multas, interdições, paralisações das atividades e ainda evitar a diminuição no tempo das licenças. E tem mais! Permite que você organize com antecedência a documentação e as condicionantes de sua licença ambiental, realiza o controle das informações complementares e possibilita o monitoramento de licenças, AVCB, manejo florestal, alvarás, outorgas, Termos de Ajustamento de Conduta e muitos outros.

Tudo é feito de maneira simples e fácil, e isso inclui registro das licenças com os períodos de validade e renovação, seus responsáveis, usuários que receberão as demandas e os observadores do processo, áreas às quais se aplicam, suas condicionantes e o atendimento de cada uma; controlar documentos da licença e do processo de licenciamento; criar e gerenciar planos de ação para monitoramento; receber alertas por e-mail e pelo painel de pendências do sistema; gerar relatórios gerenciais de todas as suas licenças e condicionantes.

 Portanto, se você quer ter a certeza se tem alguma licença para vencer, quais os documentos que você deve organizar, quais os status das suas condicionantes e seu histórico, contrate agora mesmo o Módulo de Controle e Licença de Condicionantes!

Como gerenciar com eficácia as unidades corporativas?

Promova o diálogo e a melhoria contínua

Prevenir e identificar não conformidades é um tanto desafiador, e o surgimento de dúvidas e sugestões serão comuns. Crie então um canal de diálogo para sanar dúvidas e registrar melhorias nos processos. E cada mudança que ocorrer deve ser comunicada e explicada a toda à organização.

O ponto principal para que tudo isso dê certo, e que você possa adequar a sua empresa à compliance sem se perder nos processos, não importando quantas unidades ela tenha espalhadas pelo país, é contar com uma assessoria especializada no assunto.

A empresa foi fundada em 1999 com o objetivo de oferecer o primeiro sistema online de monitoramento de requisitos legais no Brasil. Ela é especialista na assessoria e no monitoramento de conformidade legal nas áreas de Meio Ambiente, Saúde e Segurança do Trabalho, Responsabilidade Social, Qualidade, Segurança de Alimentos, Sustentabilidade, Energia, Cadeias Logísticas e Mudanças Climáticas. A empresa conta com 140 colaboradores, uma base de 3200 clientes e mais de 36000 usuários de seus softwares de gestão no Brasil, na América Latina e na África.

Nesse sentido, a Verde Ghaia oferece a você a melhor solução existente no mercado, sendo a parceira ideal para ajudar você a resolver seus problemas referentes à compliance em suas unidades corporativas.

Com uma metodologia própria obtida através de 20 anos de experiência atuando em sistemas de gestão e sendo referência no mercado nacional, a Verde Ghaia desenvolveu o SOGI, seu software online de gestão integrada, legal e estratégica, ideal para empresas que desejam alcançar excelentes resultados em termos de gestão e crescimento sustentável.

O SOGI é dividido em módulos e cada um deles resolve um problema específico da sua empresa. Portanto, se você quer estar em compliance e por isso precisa integrar a gestão de requisitos legais aplicáveis, monitorar licenças e riscos das suas várias unidades corporativas, o indicado é o Módulo Corporativo do SOGI.

Conheça em detalhes o Módulo Corporativo!

1. Quais as funcionalidades do Módulo Corporativo?

RESPOSTA: São inúmeras as funcionalidades do Módulo Corporativo, todas com o objetivo de facilitar e tornar eficaz o seu sistema de gestão:

  • Acesso ao maior banco de dados de legislações sustentáveis do Brasil.
  • Exibição do status das licenças, validade e processo de renovação.
  • Controle de prazos e documentos.
  • Diferenciação de status por departamento.
  • Biblioteca de condicionantes e exigências técnicas.
  • Gestão de Licenças Corporativas.
  • Análise comparativa de indicadores entre as unidades.
  • Relatórios hierárquicos para análise gerencial do atendimento aos requisitos aplicáveis.
  • Possibilidade de inserção de informações complementares solicitadas pelos órgãos competentes (mesmo depois que as licenças estiverem protocoladas).
  • Associação das condicionantes com obrigação do Módulo LIRA (caso possua o módulo).
  • Alertas de atualização de legislações e de pendências por e-mail e no sistema.
  • Interpretação jurídica das obrigações aplicáveis.
  • Assessoria para esclarecimento de dúvidas jurídicas (contratação opcional).
  • Cadastro ilimitado de usuários.
  • Sem limites para uploads de documentos.
  • Suporte técnico.
  • O armazenamento dos dados é feito na nuvem. Por isso, o Módulo Corporativo garante 100% de confidencialidade e segurança da informação.
  • É um software totalmente online, não sendo necessário instalar nenhum programa. Dessa forma, você tem acesso 24 horas por dia, 7 dias por semana, de onde você estiver.

2. Para quem é indicado o Módulo Corporativo?

RESPOSTA: O Módulo Corporativo do SOGI é indicado para empresas com mais de uma unidade física e que precisam manter e monitorar os mesmos padrões de qualidade e atendimento em todos os seus estabelecimentos. O sistema une as funcionalidades dos módulos LIRA, Módulo Licenças e Condicionantes e Módulo Gestão de Riscos e Compliance (GRC) do SOGI para um registro simples de licenças, condicionantes e outros, gerenciando corporativamente o atendimento às leis e licenças e conferindo agilidade e praticidade às operações.

Também é ideal para empresas do ramo de construção civil ou para qualquer atividade que gere muitos impactos e seja passível de licenciamento ambiental, como mineração, concessões, petróleo e gás, etc.

3. O que eu posso fazer para melhorar a gestão da minha empresa com o Módulo Corporativo?

RESPOSTA: O Módulo Corporativo permite a definição de ações preventivas, corretivas e emergenciais, bem como o registro dos indivíduos responsáveis por cada ocorrência. Também possibilita marcar os departamentos responsáveis, marcar os usuários que receberão as demandas e os observadores. Além disso, também notifica sobre os prazos e ações, por e-mail e pelo painel de pendências do sistema.

Com o Módulo Corporativo fica mais fácil também tomar decisões estratégicas, pois ele fornece gráficos e dados históricos dos indicadores de atendimento.

4. Quais as vantagens e os benefícios do Módulo Corporativo?

RESPOSTA: Sua maior vantagem é unificaro controle de várias unidades de seu negócio em um só lugar, mantendo o padrão de qualidade e atendimento.

É um sistema estratégico para modelos de empresa de gestão centralizada, principalmente nos casos em que a organização possui locações em diferentes municípios e estados, pois o Módulo permite gerar relatórios unificados — além de gráficos e indicadores — e ainda apresentar a comparação de dados e indicadores entre as unidades.

Módulo Corporativo promove a integração, facilitando sua gestão

O Módulo também promove a integração, pois as informações podem ser replicadas de uma unidade a outra, facilitando os processos de cadastramento, busca e compartilhamento de informações e requisitos legais das unidades, otimizando inclusive o tempo dos usuários.

Além disso, é um sistema que previne a perda de prazo, multas, interdições, paralisações das atividades e até ́ mesmo evita a redução no tempo das licenças, sendo portanto excelente para organizar com antecedência a documentação e as condicionantes de uma licença ambiental.

Tudo unificado, em um único sistema, para que todas as unidades de sua empresa possam trabalhar com rapidez e agilidade, otimizando processos e aumentando os resultados, seguindo sempre a mesma padronização. 

No que diz respeito a Governança, é possível visualizar a matriz de risco de forma corporativa, mostrando as várias unidades da organização.

5. Qual a relevância de uma matriz de risco quando se pensa numa perspectiva corporativa?

RESPOSTA: Com o cadastro das unidades, cada uma delas terá a sua priorização dentro de uma mesma licença, e você poderá visualizar qual unidade é mais crítica dentro do corporativo, diante dos problemas. Consegue também avaliar se os riscos são individuais, de cada unidade, ou se é um risco sistêmico. Ou seja, o Módulo Corporativo permite que você tenha a visão da sua empresa como um todo, mesmo possuindo unidades corporativas espalhadas por todos o Brasil.

6. Quais os ganhos que minha empresa terá ao utilizar o Módulo Corporativo?

RESPOSTA: Ao utilizar o Módulo Corporativo em sua organização, você garante que todas as suas unidades corporativas estarão em compliance. E os ganhos obtidos com isso são:

  • Competitividade e atratividade do negócio;
  • Confiança e atratividade aos investidores e financiadores;
  • Sua empresa estará mais preparada para se antecipar a problemas;
  • Por saber se antecipar a problemas, ela estará mais sólida e será mais valiosa aos olhos do mercado;
  • Melhora no planejamento estratégico;
  • Melhora na performance e a produtividade;
  • Atendimento às normas internacionais e requisitos legais e regulatórios pertinentes;
  • Melhora na governança, auditoria e certificações;
  • Melhora na confiança das partes interessadas;
  • Melhora na eficácia e a eficiência operacional;
  • Otimização do capital;
  • Melhora no desempenho em saúde e segurança, bem como a proteção do meio ambiente;
  • Melhora na prevenção de perdas e na gestão de incidentes;
  • Minimiza as perdas;
  • Melhora na aprendizagem organizacional;
  • Desenvolvimento de uma mentalidade de risco na rotina operacional;
  • Aumento da resiliência da organização.

São muitos os ganhos por estar em compliance, não é mesmo? E utilizar o Módulo Corporativo garante todos eles a você, porque utiliza o que existe de mais moderno em sistemas de gestão.

Portanto, se você deseja ter a visão da sua empresa como um todo e ter a certeza de que está conduzindo o seu sistema de gestão de maneira eficaz, mesmo possuindo unidades corporativas espalhadas por todos o Brasil, e se precisa manter e monitorar os mesmos padrões de qualidade e atendimento em todas elas, com agilidade, rapidez e eficiência nos registros de licenças e condicionantes, de forma a otimizar processos, reduzir custos e aumentar seus resultados, o Módulo Corporativo é o ideal para você.

Entre em contato com um dos consultores Verde Ghaia, e comece hoje mesmo a implementar uma gestão em compliance na sua organização!

E-book sobre o Módulo Corporativo do SOGI
Módulo Corporativo do SOGI!

Como evitar os Riscos e ainda conseguir medir, reduzir e mitigá-los?

Quando se tem conhecimento dos tipos de riscos que podem acontecer em seu negócio, fica mais fácil de evitá-los e agir de maneira a preveni-los antes que aconteça. E então entra a gestão de riscos.

Gestão de riscos é “o processo pelo qual o risco é medido ou estimado e as estratégias são desenvolvidas para evitá-lo, reduzi-lo ou mitigá-lo”.

Através da gestão de riscos você lida com as incertezas e com a probabilidade da ocorrência de um dano e suas consequências, avaliando-as para que as melhores decisões possam ser tomadas de forma antecipativa e preventiva, priorizando riscos que são mais prováveis que aconteçam ou os mais graves.

Agindo dessa maneira você vai conhecer, antes, quais medidas tomar para que o risco seja evitado ou minimizado, e também quais os custos para isso.

Gestão de Riscos: processo contínuo

ISO Day – Um dia inteiro dedicado à Gestão

A gestão de riscos é um processo contínuo, sujeito a atualizações, e não termina com a identificação inicial dos riscos. Ele deve possuir um bom plano de ação e todos da equipe devem estar alinhados a ele para que não haja surpresas nem problemas no meio do caminho. Por isso a noção de compliance se torna muito importante quando se fala de gestão de riscos.

Compliance é uma derivação do verbo “to comply”, o que traduzindo do inglês significa estar de acordo com um conjunto de regras, instruções internas. Ou seja, compliance é a consequência de uma organização cumprir as suas obrigações, incorporando-o na cultura da organização e no comportamento e atitude de seus colaboradores. Isso demonstra que a organização é comprometida com o cumprimento das leis pertinentes às suas atividades.

Processos com elevado nível de compliance acabam por ter resultados mais satisfatórios, porque, quando todas as pessoas comprometidas entendem o que é, qual o propósito e como colaboram com a mitigação dos riscos, os projetos se tornam mais bem desenvolvidos. Além disso, resultam em uma vantagem competitiva ante os concorrentes, bem como facilitam o acesso a linhas de crédito, valorizam a organização da empresa e fornecem melhor retorno dos investimentos aplicados.

Consequências quando não se está em Compliance

Não estar em compliance traz sérios riscos para sua organização, como por exemplo:

Sanções legais:

  • Multas pecuniárias, cujo valor pode variar de quantias irrisórias até montantes milionários;
  • Interdição de estabelecimentos;
  • Não conformidades potenciais;
  • Cassação de alvarás;
  • Embargo das atividades;
  • Dissolução compulsória da organização;
  • Responsabilização criminal.

Perda de reputação:

  • Valor da marca;
  • Valor de mercado;
  • Imagem;
  • Confiança e crédito;
  • Rating; 
  • Fuga de clientes, fornecedores e recursos humanos.

Perdas financeiras / de mercado

  • Pagamento de multas;
  • Mudanças inesperadas;
  • Problemas com fornecedores;
  • Prejuízos decorrentes da interrupção das atividades;
  • Honorários advocatícios, custas e outras despesas processuais;
  • Desvio do foco da Alta Direção;
  • Perda e suspensão de contratos e de potenciais clientes;
  • Queda de valor de mercado;
  • Perda de acesso a créditos e financiamentos;
  • Reparação dos danos causados pela desconformidade;
  • Perda de capital;
  • Recuperação judicial ou falência.

Estar em compliance significa identificar e definir as estratégias de monitoramento que serão aplicadas. Toda a aplicação do conceito começa pelo planejamento prévio do que necessita ser corrigido, bem como a definição de como será feito o monitoramento da aplicação das alterações, para que não haja uma não-conformidade entre aquilo que está determinado na normativa, e o que é praticado.

E não é só isso. Estar em compliance não é apenas seguir as normas e procedimentos ao direcionar as atribuições e responsabilidades de cada departamento.

É preciso que haja um entendimento coletivo do que está sendo cobrado por cada um deles, bem como estar aberto a sugestões que possam melhorar as atividades, sempre mantendo como objetivo final a melhora dos índices de eficiência e de eficácia.

Todo esse conjunto de decisões deve ser pautado pela confiabilidade e clareza na comunicação, item necessário para que as informações circulantes como normativas sejam entendidas por todos.

Por que se preocupar em controlar as Licenças e Condicionantes da sua Gestão?

Se você tem uma empresa ou é responsável direto por um departamento, você sabe que um dos requisitos básicos para o seu funcionamento é estar com todas as suas licenças dentro do prazo e cumprir todos os condicionantes exigidos.

Para tanto, você precisa ter um sistema de gestão eficaz e um controle total de todos os seus documentos.

Se isso não acontecer, sua organização estará sujeita a sofrer multas, sanções, penalidades e ter inclusive sua atividade paralisada, parcial ou totalmente.

Valor de uma gestão em Licenças e Condicionantes

Para exemplificar a importância de um bom sistema de gestão de licenças e condicionantes, vamos falar sobre as licenças ambientais.

O licenciamento ambiental (incluindo o atendimento às condicionantes) é o principal item legal que uma organização deve priorizar, pois a ausência de uma licença (ou o não atendimento a condicionantes) pode impactar na operação da organização gerando paralisação, embargo da atividade, multas e até prisão.

A Licença Ambiental é o instrumento administrativo exigido pelo Poder Público que tem como objetivo a verificação da viabilidade de um empreendimento, focando no controle, na prevenção, no monitoramento, na mitigação e na compensação de eventuais impactos ambientais ocasionados por suas atividades. Ou seja, a licença ambiental é uma forma de controle da atividade econômica e tem como finalidade primordial proteger a qualidade do meio ambiente, buscando ao máximo controlar, compensar, evitar, diminuir (ou até mitigar) os impactos decorrentes da implantação e das operações de um empreendimento.

Boa parte das medidas de prevenção e compensação de impactos ambientais se dá através das Condicionantes, que são “cláusulas do ato administrativo emitidas pelos órgãos públicos competentes, cujo objetivo é conformar, controlar e adequar um empreendimento aos desígnios legais de proteção, conservação, melhoria e uso sustentável dos recursos naturais”. Em resumo, as condicionantes ambientais são os compromissos que o empreendedor assume para com os órgãos ambientais para obtenção e manutenção de todas as licenças para seu funcionamento, garantindo assim a conformidade e a sustentabilidade ambiental de seu negócio.

Tipos de Condicionantes

Existem três tipos de condicionantes: genéricas, sem prazo e específicas com prazo.

# As condicionantes genéricas são aquelas aplicáveis a quase todos os empreendimentos e geralmente estão associadas a um padrão de qualidade ambiental mínimo exigido pelos órgãos fiscalizadores. Um exemplo disso é o monitoramento de poluentes, que deve estar presente em todas as indústrias.

# As condicionantes sem prazo são aquelas específicas de um empreendimento ou que não são cobradas pelos órgãos tão comumente. Seu prazo para cumprimento não possui determinação fixada e se dá durante todo o prazo de vigência de uma licença. Por exemplo: a limpeza das canaletas responsáveis por direcionar os efluentes líquidos para a estação de tratamento.

# As condicionantes específicas com prazo são aquelas com período limitado de vigência e requerem solicitações especiais aos órgãos ambientais. Um exemplo é uma empresa que necessita construir uma contenção na área de seus compressores. Depois de conseguir a licença, ela terá um prazo para cumprir a obra (a partir da data de emissão do documento).

O descumprimento de qualquer condicionante gera autuações e consequentes penalidades, que geralmente rendem multas altíssimas, pois a Constituição Federal de 1988, no §3º do art. 2254, prevê que os praticantes de atividades consideradas lesivas ao meio ambiente poderão sujeitar-se, de forma cumulativa, às sanções nas esferas penal, civil e administrativa. Além das multas e sanções, pode ainda haver perda ou suspensão da licença ambiental.

Descumprimento gera penalidades severas

E para o Estado de Minas Gerais as penalidades são mais severas. Diferentemente dos outros Estados do Brasil, em Minas Gerais, além da multa simples pelo ato de descumprimento de condicionante, há um acréscimo de 30% ao valor da multa por condicionante descumprida, mais 0,5% por relatório ou atendimento praticado após decorrido o prazo legal.

Importante lembrar que uma empresa não necessariamente precisa passar por situação gravíssima, como um acidente ambiental, para ser penalizada. Um mero descumprimento de uma condicionante pode gerar diversos prejuízos, os quais incluem até mesmo a paralisação das atividades.

Portanto, se você pensa que não cumprir algum condicionante do seu negócio é uma maneira de economizar dinheiro, você está muito enganado! As consequências pelo não cumprimento são muito mais sérias, mais caras e apresentam um grande risco para seu negócio. Por isso, nesse caso, é muito melhor e mais seguro “prevenir do que remediar”.

E a prevenção acontece através de um sistema de gestão ambiental eficaz que envolva principalmente o cumprimento de todas as leis e condicionantes ambientais, e que enfatize a sustentabilidade, visando o uso de práticas e métodos administrativos para reduzir ao máximo o impacto das atividades econômicas sobre os recursos da natureza.

Adotar um sistema de gestão eficaz contribui para que sua empresa e/ou gestão seja mais bem vista pelo mercado, pela sociedade e até mesmo por seus concorrentes. Conheça o SOGI – Licenças e Condicionantes, desenvolvido pela Verde Ghaia para ajudá-lo nesse processo de gerenciamento.

Fale com a nossa equipe de consultores especializados e conheça o funcionamento dessa ferramenta!

Como saber se a sua empresa está em Conformidade?

Lembra-se dos velhos filmes de faroeste, quando o bandido normalmente era chamado de “fora da lei”? Era sempre um personagem vil e indigno de confiança, certo? Agora pense numa empresa que não está em conformidade com as leis. É tão ruim quanto os pistoleiros dos filmes, não é mesmo?

Seguir a legislação aplicável é imperioso para qualquer empresa se manter em atividade. E para que a administração jurídica funcione da melhor maneira, o ideal é contratar um módulo de gestão que reúna em seu banco de dados todas as leis aplicáveis e que permita o monitoramento constante delas, evitando assim o pagamento de multas e o cumprimento de penalidades.

Mas como escolher a melhor estrutura jurídica para sua empresa? Abaixo damos algumas dicas que podem ajudar a sua gestão a atender os requisitos.

Software de gestão + consultoria Jurídica.

O ideal é contar com estes dois recursos. O software de gestão que ajuda a reunir todas as informações num único sistema, permitindo o monitoramento de vários aspectos, como a validação de novos requisitos legais, dos planos de ações vencidos, das cartas mensais de atualização, bem como o acompanhamento de pendências, do posicionamento sobre auditorias, do tratamento de não conformidades e outros. E a equipe especializada que assegura que todos os dados sejam interpretados e tratados da maneira mais adequada possível.

Capacidade técnica da equipe

O monitoramento de todas as publicações pertinentes à identificação das obrigações legais exigem uma estrutura robusta. Nossa legislação é complexa e repleta de incisos que muitas vezes não são tão simples assim de se interpretar. Conte sempre com profissionais altamente capacitados, a fim de garantir a segurança de todo o processo.

Capacidade de apresentar soluções precisas

Não basta identificar as leis a serem cumpridas. É primordial ser capaz de solucionar todos os embargos legais no prazo mais curto possível. Escolha um sistema que contribua com a criação de planos de ação corretivos.

Estrutura + Suporte técnico

O volume de informação envolvendo leis é gigantesco e geralmente envolve uma estrutura muito grande de backups. Escolha um sistema confiável, com um banco de dados capaz de resistir a panes e cujo acesso seja fácil e intuitivo. É importante também que haja suporte técnico para solucionar dúvidas e manter o sistema sempre ativo.

Históricos e estatísticas

Mantenha sempre um histórico de toda a movimentação jurídica de sua empresa. Isto evitará redundância nos processos e a equipe sempre estará ciente de todos os passos já executados, mesmo que haja troca de pessoal. E adote um sistema que permita a análise mensal das estatísticas de atendimento do monitoramento legal, deste modo será possível analisar as medidas para inserir melhorias e ainda prever uma série de riscos.

Sistema amigável para o usuário

Escolha um sistema com informações claras, que sejam constantemente atualizadas e adaptadas ao ramo de negócios de sua organização. O ideal é que haja a possibilidade de criação e personalização do perfil do usuário, permitindo controle de acesso e de visualizações, bem como a impressão de relatórios, permissões de criações de grupos e distribuição de tarefas para os usuários.

Lembre-se de que o não cumprimento de leis pode ocasionar prejuízos incalculáveis, e não só financeiramente. Uma empresa em não conformidade jurídica pode ser vista até mesmo como desonesta.

O investimento num bom sistema de gestão com uma equipe especializada certamente é muito válido. O retorno será compensador para sua organização, afinal ninguém quer ser um “fora da lei”.

Quer fazer um diagnóstico da sua empresa? Fale conosco!

Como implementar um Programa de Governança, Risco e Compliance?

O risco pode ser definido como a probabilidade de alguma coisa acontecer, seja ela em caráter positivo ou negativo. Numa organização, o gerenciamento de risco consiste na identificação, planejamento, administração e controle dos recursos materiais, processuais e humanos, com o objetivo de minimizar e tirar proveito dos riscos ou incertezas.

Gestão de Riscos: saiba como gerenciar

Todas as organizações, de todos os setores, estão sujeitas a algum tipo de risco. Portanto, é fundamental que os gestores compreendam a aceitem que o risco é intrínseco qualquer atividade e que por isso é tão importante realizar o gerenciamento de riscos. A partir do momento que as empresas passam a ter os seus riscos monitorados, é possível aumentar o retorno do investimento, favorecendo o cenário e assim alcançando as metas e objetivos estipulados.

Os riscos podem ser mínimos, baixos, médios, altos e extremos. Em todos os casos, podem degradar produções, processos, projetos e ações, perturbando a conquista de objetivos e metas. O que vai diferenciá-los será o nível de impacto que cada um causará, podendo este ser de mínimo a irreversível.

O principal foco da gestão de riscos numa empresa é a tentativa de blindagem do modelo comercial em andamento. Porém, não se engane: os riscos não são apenas negativos, ou seja, passíveis de gerar ameaças com consequências desfavoráveis à companhia, levando a prejuízos e danos. Parece contraditório, mas alguns riscos podem ser classificados como positivos.

Riscos positivos são aqueles que podem gerar ganhos, melhorias e até crescimentos nas organizações. São as chamadas oportunidades. Mas atenção: os riscos positivos, ou oportunidades, precisam ser planejados. Um evento ocorrido fortuitamente não pode ser considerado um risco positivo.

Gerenciamento das Oportunidades

O gerenciamento das oportunidades é tão importante quanto o controle das ameaças, pois uma oportunidade pode gerar um novo negócio, projeto, mercado, e ainda se desenrolar em outras novas oportunidades. Os riscos sofridos por uma empresa também podem ser de diversas naturezas, como por exemplo:

# Risco Legal: quando a organização não está em acordo com a legislação e códigos de conduta que regem as operações de seu negócio;

# Risco Operacional: quando a empresa utiliza de recursos (humanos e operacionais) não eficientes e que, portanto, podem trazer prejuízos;

# Risco de Imagem: quando, por um descuido de conduta, a empresa arranha sua reputação perante clientes, fornecedores e a sociedade em geral.

Existem também aspectos externos que podem afetar as organizações e aumentar os riscos do negócio, como fatores de natureza política no país, instabilidade econômica, eventos sociais e tecnológicos.

Gestão de Riscos – ISO 31000

A gestão de riscos também pode contar com o reforço das certificações, como a ISO 31000, uma norma que tem dentre suas exigências os melhores padrões para gerenciamento de riscos, incluindo requisitos legais, em nível internacional. Seu objetivo é fornecer um padrão para a implementação de um gerenciamento de riscos para todas as organizações.

Já a ISO 9001 determina que ao mapear os riscos e as oportunidades, deve-se levar em conta todos os questionamentos referentes ao contexto de negócio da organização, seus públicos de interesse e setor de atuação.

A gestão de risco, quando bem executada, agrega valor ao negócio, facilita a tomada de decisões em todos os níveis hierárquicos, valoriza o capital humano e intelectual dos colaboradores e permite um processo de melhoria contínua em todos os processos da organização.

Gestão de Risco não deve ser esquecida

A Gestão de Riscos não pode esperar, organizações sérias e preocupadas com sua sustentabilidade no mercado buscam ferramentas que te proporcionem solidez, tanto para o risco reputacional, talvez, um dos mais importantes para uma marca, quanto para os riscos do negócio.

Não há mais tempo, o mercado não pode esperar, a partes interessadas já não querem mais correr riscos. Um boa Gestão de Riscos pode ser a chave do sucesso para grandes empresas. Há quem pense que isso seria custo, mas diante de tantos números negativos, gestão de riscos é um grande investimento.

Lançamento do PICS – Verde Ghaia, Prêmio Compliance e SOGI

Em 2019 o Grupo Verde Ghaia, responsável pela gestão de riscos de mais de 2000 organizações no Brasil, lança o PICS – Pacto de Integridade e Compliance Sustentável, uma iniciativa voluntária que visa fornecer diretrizes para a promoção da ética e do crescimento sustentável, por meio de lideranças corporativas comprometidas e inovadoras.

“Compliance significa estar de acordo, cumprir e fazer cumprir normas, controles internos e externos, políticas e diretrizes estabelecidas, assumidas voluntariamente ou impostas às atividades da organização. Estar em compliance assegura que a empresa está cumprindo totalmente todas as imposições dos órgãos de regulamentação, dentro de todos os padrões exigidos de seu segmento. E isso de forma íntegra, ou seja, coerente com a identidade da organização (propósito, valores e princípios), a base de Gestão de Riscos”.


Fale Conosco!

Auditoria de Conformidade Legal: vantagens para a sua Gestão

A palavra “auditoria”, em geral, não é muito bem recebida por grande parte das pessoas. Muitos imaginam uma empresa sendo revirada por terceiros, num processo repleto de conflitos e de dedos apontados num gestual acusatório. No entanto, o processo de Auditoria de Conformidade Legal se faz muito necessário e é muito vantajoso para uma gestão.

A ideia do processo todo não é simplesmente apontar não conformidades, e sim trocar experiências a fim de evitar passivos ambientais ou trabalhistas. Uma auditoria é uma revisão das demonstrações financeiras, registros, transações e operações de uma entidade ou projeto, e tem como finalidade assegurar a fidelidade de todos os dados.

O trabalho consiste não apenas na análise documental, mas também na realização da visita in loco, cuja função é identificar os mais diversos tipos de problemas.

Interpretação da Norma ISO 19011 em 28/02 – ao vivo

A auditoria pode ser de adequação, conformidade, de sistema, externa, interna ou de produto/projeto/processo.

# A auditoria de adequação é para determinar se a documentação e procedimentos de um sistema de gestão atendem aos requisitos da norma aplicável.

# A auditoria de conformidade ou de implementação tem a finalidade de conhecer a eficácia de um sistema de gestão dentro da organização.

# Já a auditoria de sistema é a  auditoria de adequação mais a de conformidade. Ela avalia a adequação a requisitos das NRs a serem cumpridas e a conformidade das atividades de um Sistema de Gestão Integrada. O ideal é que seja realizada uma vez por ano.

# A auditoria externa é terceirizada e pode anteceder a pré-certificação ou certificação de uma empresa, averiguando se esta se encontra de acordo com as NRs para receber o selo ISO. Esse tipo de auditoria também pode servir para acompanhamentos posteriores à implementação de um sistema de gestão.

# A auditoria interna se caracteriza quando uma organização examina seus próprios sistemas, procedimentos e atividades a fim de determinar se são adequados e estão sendo atendidos. O ideal é que seja realizada antes de uma auditoria externa.

# Por fim, a auditoria de produto/processo/projeto é uma auditoria vertical, que considera todos os sistemas que entram na produção de um produto ou serviço específico. A auditoria de produto, por exemplo, realiza a análise completa da amostra de um produto, para indicar a qualidade do que chega às mãos do cliente; também verifica o grau de satisfação do usuário.

A auditoria de processo verifica se um procedimento é adequado e está sendo cumprido. Se necessário, também avalia se os operadores são qualificados e certificados para a execução de suas atividades.

# Uma auditoria se caracteriza pela confiança em alguns princípios, e a fidelidade a eles é um pré-requisito para se obter conclusões relevantes e comuns a todos os auditores participantes do processo.

Pré-requisitos para Auditores

Conduta ética: é o princípio básico do trabalho de qualquer auditor. Os profissionais de auditoria devem ser íntegros, confiáveis e adeptos da discrição e confidencialidade.

Apresentação sólida dos dados: todos os dados de uma auditoria devem ser reportados com o máximo de veracidade e exatidão. Deve-se relatar inclusive os obstáculos encontrados durante a auditoria e as questões não resolvidas entre auditores e auditados.

Cuidado profissional: deter a competência necessária para se realizar uma auditoria é um fator importante. Atenção e critério também são essenciais. Um auditor jamais pode ser displicente durante seu trabalho.

Independência: é a base para a imparcialidade e objetividade nas conclusões de uma auditoria. Auditores são sempre independentes da atividade a ser auditada a fim de evitar comportamentos tendenciosos ou conflitos de interesse.

Abordagem baseada em evidências: não existem suposições numa auditoria. Ou existem fatos e evidências ou não se pode concluir o processo com veracidade.

Quando deixa de realizar auditorias, a empresa fica fragilizada e pode acabar descumprindo não intencionalmente algumas obrigações legais, o que pode acarretar em sanções legais, como multas, na cassação do alvará da empresa e até em responsabilidade criminal. Além das custas jurídicas para lidar com o problema, a organização lida com consequências tais como perda de fornecedores, queda do valor de sua marca no mercado, fuga de clientes e outros.

A realizção de auditoria é importante pois, garante que a empresa está seguindo todas as leis, evitando casos de corrupção e ainda, abre portas para a conquista de selos de certificação importantes para o crescimento do negócio, como a ISO 9001 e ISO 14001.

Conheça o Módulo Auditoria do SOGI e transforme a sua Gestão! Fale conosco!

Como controlar as suas Licenças e Condicionantes?

É um fato: empresas com que adotam um sistema de Gestão Ambiental são mais bem vistas pelo mercado, pela sociedade e até mesmo por seus concorrentes.

A Gestão Ambiental adequada envolve principalmente o cumprimento de todas as leis e condicionantes ambientais, além disso enfatiza a sustentabilidade, visando o uso de práticas e métodos administrativos para reduzir ao máximo o impacto das atividades econômicas sobre os recursos da natureza.

Para isto, recomenda-se a adoção de um Sistema de Licenças e Condicionantes, que vai integrar todas as questões da Gestão Ambiental da empresa, facilitando o cumprimento das leis e reforçando o comportamento sustentável entre as equipes.

Quando implantado corretamente, esse tipo de sistema gera uma redução drástica de custos, tanto direta quanto indiretamente. A redução de custos diretos pode ser confirmada através da diminuição no desperdício de matérias-primas e de recursos, tais como água e energia.

Já a redução de custos indiretos pode ser constatada através da economia em sanções e indenizações relacionadas a danos ao Meio ambiente e/ou à população localizada próxima às instalações da empresa. Devemos lembrar que uma empresa não necessariamente precisa passar por situação gravíssima (como um acidente ambiental) para ser penalizada. Um mero descumprimento de uma condicionante pode gerar diversos prejuízos, os quais incluem até mesmo a paralisação das atividades.

Veja dicas para implementar um sistema de gestão ambiental mais eficiente!

Organize os documentos de licenciamento ambiental

Parece óbvio, mas por incrível que pareça muitas empresas não organizam sua documentação de forma eficiente, perdendo prazos e assim pagando multas desnecessariamente.

A organização e sistematização de documentos é um dos passos mais importantes em qualquer processo de gestão, portanto é essencial ter todos os documentos relacionados à gestão ambiental (tais como licenças, protocolos e relatórios) devidamente armazenados num só lugar. Todos devem estar digitalmente acessíveis, podendo ser pesquisados por todos os gestores interessados, e também devem conter um backup seguro.

Faça um check list de todas as suas licenças regularmente

O cumprimento de cada uma das condicionantes deve ser avaliado com regularidade.

Deve-se ficar atento ao seu prazo e ao seu status no momento. Deste modo, é possível ter uma visão geral do processo e compreender em quais pontos a empresa pode falhar nos requisitos ambientais.

Esse processo também permite a prevenção da perda de licenças devido ao não cumprimento de alguma condicionante.

Mantenha um histórico das condicionantes

Vamos supor que seu gestor ambiental se desliga da empresa. O novo gestor certamente precisará ficar a par de tudo o que acontecia antes, principalmente ao abordar condicionantes sem prazo (aquelas que se dão durante a vigência de uma licença) ou as condicionantes especificas com prazo (aquelas com período limitado de vigência e que requerem solicitações especiais aos órgãos ambientais).

Agora imagine que não exista um histórico das condicionantes de sua empresa. Coitado desse novo gestor, não é? Esse tipo de desorganização pode gerar redundância nos processos, causando perda de tempo, e, na pior da hipóteses, render multas e recebimento de termos de ajustamento de conduta. Por isso, gerenciar e padronizar os processos é tão importante!

Cada documento gerado, encaminhado ou recebido deve ser armazenado e estar sempre disponível (preferencialmente anexado junto ao check list das licenças).

Assegure que todos os departamentos pertinentes tenham aos dados da gestão ambiental

As questões de gestão ambiental não ficam exclusivamente a cargo do “gestor ambiental e sua equipe”. Praticamente todos os setores da empresa são envolvidos. O departamento financeiro fica responsável pelo pagamento de taxas. Todos os gestores precisam gerar relatórios. O setor de operações precisa assegurar o cumprimento de ações importantes (como a limpeza das calhas de escoamento de rejeitos). Enfim, é muita gente envolvida. E é preciso haver um sistema integrado para que tudo seja coordenado corretamente.

Com um sistema de gestão ambiental bem estruturado, sua empresa não apenas demostra preocupação com o uso consciente dos recursos ambientais, como reduz custos, evita desperdícios, reutiliza materiais e aumenta seus lucros. Além de proteger a sociedade como um todo.


Dicas de leitura:

Blog SOGI