Comunicação, Autor em soGi - Sistema Online de Gestão Integrada
×

ISO 14001: Aspectos e Impactos e levantamento de Riscos e Oportunidades

Como atender aos seus aspectos e impactos ambientai conforme a nova versão da norma ISO 14001 e ainda realizar a identificação dos riscos e oportunidades do seu negócio?

Um sistema de gestão ambiental (SGA) é uma via de mão dupla, no que diz respeito a trazer benefícios para a empresa. O SGA existe para auxiliar as organizações no planejamento de ações, a fim de prevenir e controlar impactos significativos que possam vir impactar no meio ambiente. Embora, também, auxilie no atendimento dos requisitos legais e no gerenciamento de riscos, aumentando assim a produtividade e, por consequência, os lucros. Em outras palavras, o SGA faz com que a organização beneficie o meio ambiente e, em contrapartida, também seja beneficiada.

ISO 14001: implementação de um sistema de gestão

A ISO 14001 é uma das normas essenciais para a implementação de um bom SGA, pois possui todas as diretrizes para que o sistema seja abordado corretamente — e tem a vantagem de ser uma norma, facilmente integrável às outras normas. Além disso, a empresa que possui o selo ISO 14001 demonstra seu comprometimento para com as práticas sustentáveis e padrões internacionais de gestão ambiental.

Você já sabe que de tempos em tempos todas as normas ISO passam por revisões periódicas, a fim de absorver as exigências  mais recentes do mercado. Com a ISO 14001, não foi diferente. Seu processo de revisão foi iniciado em 2012 e teve como base um documento elaborado pela ISO chamado Anexo SL, o qual fornece uma estrutura única para todas as normas de Sistema de Gestão, integrando todas as outras normas de forma facilitada.

A revisão mais recente é a ISO 14001:2015, e ela reforça a necessidade de identificação de aspectos e impactos ambientais, principalmente sob a perspectiva de ciclo de vida do produto (ou seja: a vida do produto desde a aquisição de matéria-prima, passando pelo desenvolvimento, produção, distribuição, uso e até a destinação final).

Outro destaque nessa revisão é que a organização deverá demonstrar que identificou os riscos e oportunidades — devem ser analisados sob o prisma dos aspectos ambientais e também dos requisitos legais — capazes de influenciar no alcance dos resultados pretendidos, e também os fatores externos e internos relacionados ao contexto da organização e aos requisitos relevantes das partes interessadas.

Você compreende bem os riscos e oportunidades de sua organização?

De acordo com a nova atualização da 14001:2015 é necessário identificar todos riscos e oportunidades em sua empresa, principalmente aqueles que envolvem aspectos ambientais e requisitos legais.

O item 6.1.3, por exemplo, diz que “toda organização deve determinar e ter acesso aos requisitos legais e a outros requisitos relacionados a seus aspectos ambientais, determinando como tais requisitos impactam na organização, além de levar estes e outros requisitos em consideração quando for estabelecer, implementar, manter e melhorar continuamente seu sistema de gestão, através de informação documentada”.

Nunca é demais lembrar que o risco causa o efeito de incerteza, e o levantamento de riscos tem caráter majoritariamente preventivo. No caso da gestão ambiental, a análise de risco é extremamente importante, pois prevenção é a palavra-chave quando falamos em meio ambiente.

A gestão de um acidente ambiental é muito complicada e na maioria das vezes tem efeitos irreversíveis, portanto é preciso analisar todos os riscos com minúcia. Além do mais, a legislação ambiental no Brasil é bastante rígida e por isso se faz necessário adotar uma série de controles para manter o compliance.

Quanto às oportunidades, quando identificadas corretamente, elas permitem um crescimento contínuo e saudável de qualquer organização. No caso da gestão ambiental, é possível, por exemplo, realizar o aproveitamento de resíduos e a partir daí criar novos negócios (que podem se revelar um tanto lucrativos). As possibilidades são infinitas, mas só um trabalho personalizado pode apontar o que é melhor para sua empresa.

Os riscos e as oportunidades relacionados aos aspectos ambientais podem ser determinados no processo da avaliação de significância, como um processo único ou de forma separada.

Mas, como realizar a análise de riscos e oportunidades de maneira detalhada e precisa? Com um software de gestão especialmente voltado para tal função.

Como o Módulo GAIA auxilia na avaliação de seus Aspectos e Impactos?

O módulo GAIA (Gerenciamento de Aspectos e Impactos Ambientais), um software desenvolvido pela Verde Ghaia, facilita imensamente o gerenciamento de todos os aspectos e impactos ambientais de sua organização. Ele auxilia na avaliação dos impactos ambientais e na criação de planos de ação voltados para a melhoria e adaptação às exigências legais.

Através de uma metodologia especialmente desenvolvida, o Módulo GAIA identifica a significância dos aspectos e dos impactos ambientais aplicáveis à sua organização, bem como a correlação de todos eles com a legislação. Em outras palavras, a cada aspecto registrado no sistema, automaticamente surge a listagem de requisitos que devem ser cumpridos, inclusive com dados imprescindíveis, como as datas de expiração das licenças.

O sistema vincula todos os requisitos aplicáveis àquele aspecto e os vincula à sua planilha GAIA de forma prática e ágil.

O Módulo GAIA também oferece o procedimento e os critérios de identificação, informa se o aspecto e impacto ambiental são significativos, quais são os riscos para o seu negócio, identifica de forma clara os aspectos que necessitam de controle operacional a fim de reduzir suas ocorrências e é um suporte para a criação e gerenciamento de planos de ação para cada aspecto em sua atividade e processos.

O que o Módulo GAIA oferece para a sua Gestão?

Além disso, o Módulo GAIA possui outros diferenciais:

  • Armazena informações e históricos.
  • Oferece uma interface amigável para visualização das planilhas.
  • Gera relatórios e gráficos gerenciais, realizando o envio automático para o e-mail dos interessados, sempre mostrando o status dos planos de ação.
  • Detém maior agilidade nos controles e possibilidade de controle centralizado.
  • Organiza a gestão de todos os itens do Levantamento de aspectos e Impactos: área, processo, atividade e medidas de controle.
  • Gerencia os riscos e oportunidades dos processos e operações, relacionando-os aos aspectos e impactos.
  • Relaciona suas atividades finais e suas possíveis consequências de acordo com aspectos e impactos ambientais.
  • Gera a análise de riscos e ciclo de vida dos produtos e relatórios gerenciais.
  • Permite o controle das permissões de acessos dos usuários e das alterações nas planilhas.
  • 100% de confidencialidade e segurança da informação.
  • Sistema online, sem necessidade de instalação, com acesso em período integral de qualquer lugar do mundo

Com todas as informações pertinentes inseridas, o Módulo GAIA é capaz de responder a milhares de perguntas, tais como:

  • Quais são os aspectos/impactos significativos em minha atividade?
  • Meus controles estão sendo eficazes?
  • Quais os riscos mais relevantes para o meu negócio?
  • Há oportunidades de redução de custo ou de novos investimentos?

Só o Módulo GAIA assegura um rígido de controle de todos os aspectos e impactos ambientais, garantindo à gestão ambiental o máximo de precisão e evitando que sua empresa tenha surpresas desagradáveis junto à lei.

Implantação de um Sistema de Gestão Ambiental

Mesmo que sua empresa não esteja visando exatamente conquistar um selo ISO, ela deve realizar o levantamento ambiental, uma vez que qualquer atividade humana, sem exceção, deixa marcas no meio ambiente (sendo que algumas geram mais impactos do que outras).

Por isso, a implantação de um Sistema de Gestão Ambiental deve ser o primeiro passo para atingir o desenvolvimento sustentável, convergindo os interesses técnicos, econômicos e comerciais ao bem-estar ambiental e à redução dos impactos significativos causados pela ação do homem.

Saiba mais sobre o Módulo GAIA.

Fale conosco!

A inteligência artificial aliada ao compliance ambiental

O mundo já vive os impactos da revolução digital. Big Data, IoT, transporte autônomo, Inteligência artificial (IA), machine learning, biotecnologia, genoma. Ao mesmo tempo em que tudo é feito para ser hiper conectado e acabar com as fronteiras de tempo e espaço, insistimos em burocratizar o que deveria ser simples, dificultando o que veio para facilitar.

A legislação ambiental brasileira, por exemplo, dá a impressão de que ainda navega em meados do século passado, sendo controlada por fax, carimbos e protocolos. Os órgãos ambientais ainda batem cabeça nas pilhas de atos administrativos, no planejamento de atividades e nos altos custos operacionais em sua gestão. E as empresas encontram enorme dificuldade em se manterem em compliance ambiental.

Tudo isso sem contar a enorme quantidade de papeis que se acumulam desnecessariamente nos dias de hoje. Até existe uma recente mudança na escolha por assinaturas digitais, mas quando se trata de legislação, a gestão “mais arcaica” ainda predomina.

Gestão ambiental: administração arcaica

Isso é espantoso, porque em tempos de blockchain ainda vemos um Brasil que administra toda a sua gestão ambiental de forma antiquada e com uma grande crença limitante na qual o progresso e o meio ambiente são inimigos. E sabemos que não é, até porque na busca pelo desenvolvimento econômico e social do país deveria ser incorporada uma visão mais clara da gestão ambiental incluindo, mas não se limitando, o incentivo à valoração ambiental, à inovação e à gestão de riscos ambientais.

Na maioria dos Estados brasileiros não existe automação no fluxo de processos administrativos ambientais e nem a padronização de documentos, mas existem sistemas de levantamento de indicadores de gestão ambiental.

E aqui reside um grande problema: nem todos os sistemas utilizam ferramentas tecnológicas no gerenciamento desses indicadores, embora reconheçam ser fundamental manter uma gestão adequada desses dados como já é feito na União Europeia, Canadá e tantos outros países.

Sem isso, não há dados. E os órgãos de controle, como por exemplo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), sabem que sem dados não se decide nada. Por isso que fiscalizar ou administrar as questões ambientais com certeza não é uma tarefa fácil para ninguém.

Gerenciar processos ambientais requer investir em tecnologia

Mas, na rotina de um órgão de controle ambiental, gerenciar processos de contaminação de solo, erosão, contaminação de águas, assoreamento de corpos hídricos, deterioração da qualidade das águas, danos à fauna, danos a ictiofauna, acidentes ambientais, queimadas, danos a flora, patrimônio histórico e tantos outros impactos, é uma constante e cada vez há mais exigências.

Veja por exemplo estes números. Hoje o número de leis ambientais e integradas do Brasil de origem federal, estadual e municipal e NBR reais são 11.415 leis federais, 22.711 leis estaduais, 28.537 leis municipais e 157 NBRs. A média mensal de novas leis ambientais que surgem é de 57 federais, 114 estaduais, 144 municipais e 2 NBR.

Agora imagine que tudo isso ainda é controlado por papel, por protocolos, por dados descentralizados e desconexos com a realidade do mundo.

E assim temos um empresário que, na hora de licenciar seu empreendimento, sofre com a ignorância de todos e com todas as dificuldades aqui apresentadas e fica desnorteado pelo arcabouço de leis que o rodeia. Para ilustrar o que estou dizendo, vamos imaginar que uma mineradora queira se instalar no estado de Minas Gerais, no município de Paracatu. Neste caso, estamos falando em ter que atender:

  • 447 leis federais
  • 187 leis estaduais
  • 14 leis municipais
  • 68 normas técnicas
  • 4.655 obrigações derivadas da legislação aplicável.

Rito de licenciamento ambiental

É muita coisa, não é mesmo? Isso porque nem estou contabilizando o fato dessa empresa ter que passar por todo o rito de licenciamento ambiental, que demanda profissionais qualificados, tempo e paciência.

Todo esse processo é controlado no braço. Papel e mais papel enviados para os órgãos de controle: IBAMA, Fundação Estadual do Meio Ambiente (FEAM), Instituto Mineiro de Gestão das Águas (IGAM), bombeiros, etc…. E ninguém fala com ninguém.

É tudo desconexo, é tudo descentralizado, é tudo arcaico demais. Com todo esse cenário, pode-se se dizer que a visão que qualquer empreendedor tem é de que tudo não passa de uma equação impossível de ser resolvida.

Mas não é. Vivemos na era digital e tecnológica e é essa a resposta para a equação. E é aí que entra a Verde Ghaia com sua expertise em monitoramento de legislações aplicáveis e sua metodologia própria para captação e interpretação de legislações em tempo real. O seu controle de banco de dados de legislações de todo o Brasil e seu serviço de inteligência na interpretação legal, sendo feito 24 horas por dia utilizando Big Data é fundamental.

LIA: inteligência Artificial para legislação

Por isso nasceu a LIA, sua plataforma de inteligência artificial. Além de identificar toda a legislação aplicável a qualquer ramo de atividade, ela consegue também dar respostas seguras sobre compliance ambiental, tais como custos preventivos, corretivos e preditivos para o cumprimento da legislação ambiental.

E para os órgãos de controle o papel da LIA vai muito mais além, dando uma visão mais clara da potencialidade de consolidação de leis com obrigações identificadas, facilitando o controle e as fiscalizações. Resumindo em poucas palavras, é como realizar o sonho de ter uma visão 360º da estrutura ambiental de um estado. Ou ainda ter uma gestão eficiente orientada para resultados, contar com modernização tecnológica, regulação responsiva e gerenciamento adequado da informação.

Tudo isso é possível, sim! Com a LIA tornou-se possível.

Com a LIA é possível analisar a evolução da saúde ambiental de um país, de um estado e até de um município. É poder dar respostas seguras sobre potenciais riscos de contaminação por novas atividades industriais, ter acompanhamento sobre a sustentabilidade de uma empresa com base no monitoramento eficiente de suas emissões, efluentes e resíduos.

Optar pela LIA é fazer a escolha de usar a inteligência artificial como aliada do compliance ambiental de uma organização, se antecipando aos riscos e quando preciso resolvendo problemas de forma mais rápida e mais eficiente.

Temos que evoluir nas questões ambientais e, com certeza, a Verde Ghaia pode ajudar e muito os órgãos de controle ambientais bem como todas as organizações em seu processo de evolução tecnológica.

Vamos parar de só assistir à evolução do mundo e vamos começar a ser a própria evolução.


Deivison Pedroza, Fundador e CEO do Grupo Verde Ghaia

Monitore Planos de Ação de Aspectos e Impactos Ambientais

Você certamente, já sabe que um sistema de gestão ambiental – SGA implementado corretamente auxilia qualquer tipo de empresa, grande ou pequena, no planejamento de ações para prevenir e controlar impactos significativos que suas atividades que possam causar ao meio ambiente. E, que além disso, contribui com o atendimento dos requisitos legais e no gerenciamento de riscos.

Muito provavelmente, você também tem ciência de que a norma ISO 14001:2015 é extremamente útil no ato da implementação de um SGA, pois traz todas as diretrizes necessárias para realizar o processo com destreza.

A partir das informações acima, hoje vamos ser mais específicos e falar sobre o item 6.1.4 da norma ISO 14001:2015, o qual diz respeito à identificação e planejamento de ações para definir a tomada de ações na abordagem dos aspectos ambientais significativos de uma organização.

Como identificar seus Aspectos Ambientais

Muitas vezes, a empresa até consegue identificar corretamente seus aspectos ambientais, bem como seus respectivos impactos, riscos e oportunidades. Contudo, a falha se revela no momento de realizar o planejamento das ações, visto que o objetivo é o de minimizar/mitigar tais riscos ou realizar o melhor aproveitamento das oportunidades, principalmente no que diz respeito ao ordenamento dos processos, prazos e funcionários envolvidos.

Se os setores de uma empresa não se organizarem numa estrutura de sistema de gestão, possivelmente, você sabe o que poderá acontecer, ou seja, tudo vira um “jogo de empurra-empurra” no qual não se sabe quem ficou designado a fazer o quê. Esse é um daqueles casos em que nada vale conhecer o problema, se não houver a ação correta para abordá-lo. Sendo assim, pode ser necessário recorrer a ajuda.

Partindo dessa visão de “empurra-empurra” e sabendo que o sistema de gestão não pode ficar esquecido, posto que os planos de ações devem ser colocados em prática, o sistema Online de Gestão Integrada – SOGI, através do Módulo GAIA, visa resolver esse tipo de problema.

E é sobre ele que apresentaremos as propostas de soluções para seja possível realizar a identificação e planejamento de ações, e assim conseguir atender seus requisitos legais e gerenciar seus riscos.

Então vamos, lá!

GAIA – Gerenciamento de Aspectos e Impactos Ambientais

O Módulo GAIA (Gerenciamento de Aspectos e Impactos Ambientais) permite a criação de ações específicas para cada aspecto identificado. Você registra os dados de sua empresa no sistema, e a partir daí o Módulo GAIA identifica todos os aspectos e impactos a serem observados e define cada etapa do trabalho, segmentando cada ação e nomeando os responsáveis por cada uma delas.

Ao mesmo tempo, que o GAIA te permite monitorar o prazo de vencimento de cada marco, permite também avaliar a eficácia de tudo o que foi feito e assim, habilitando alertas de recorrência de problemas, caso seja necessário.

Através de uma metodologia desenvolvida por especialistas da Verde Ghaia, o Módulo GAIA auxilia na identificação e na significância dos aspectos e impactos ambientais aplicáveis à sua organização, bem como realiza a correlação de todos eles com a legislação. Dessa maneira, o gestor sempre receberá alertas sobre licenças prestes a expirar ou sobre requisitos em não conformidade.

E para alcançar uma gestão eficiente, a ferramenta proporciona procedimentos e critérios de identificação, avaliando a gravidade de cada aspecto e impacto e definindo qual ocorrência necessita de controle operacional.

Diferenciais do GAIA

O Módulo GAIA possui uma estrutura robusta, de modo que o usuário possa gerenciar seus dados conforme as necessidades de cada gestor. Com isso, apresentamos a você alguns diferenciais que o Módulo GAIA oferece a sua Gestão:

  • Armazenamento de informações e históricos.
  • Propõe uma interface amigável para visualização das planilhas.
  • Gera relatórios e gráficos gerenciais, realizando o envio automático para o e-mail dos interessados, sempre mostrando o status dos planos de ação.
  • Detém maior agilidade nos controles e possibilidade de controle centralizado.
  • Organiza a gestão de todos os itens do Levantamento de aspectos e Impactos: área, processo, atividade e medidas de controle.
  • Gerencia os riscos e oportunidades dos processos e operações, relacionando-os aos aspectos e impactos.
  • Relaciona suas atividades finais e suas possíveis consequências de acordo com aspectos e impactos ambientais.
  • Gera a análise de riscos e ciclo de vida dos produtos e relatórios gerenciais.
  • Permite o controle das permissões de acessos dos usuários e das alterações nas planilhas.
  • 100% de confidencialidade e segurança da informação.
  • Sistema online, sem necessidade de instalação, com acesso em período integral de qualquer lugar do mundo.

Que tipo de suporte, o GAIA oferece?

Com todas as informações pertinentes inseridas, o Módulo GAIA é capaz de responder a milhares de perguntas. Além disso, você conseguirá obter dados relevantes para sua gestão. A título de exemplificação, há algumas perguntas que o GAIA responde, por exemplo:

  • Quais são os aspectos/impactos significativos em minha atividade?
  • Meus controles estão sendo eficazes?
  • Quais os riscos mais relevantes para o meu negócio?
  • Há oportunidades de redução de custo ou de novos investimentos?

Converse com a nossa equipe para saber mais sobre os resultados que o Módulo GAIA pode oferecer à sua Gestão.

Fale conosco!


Temos um suporte completo para a criação e gerenciamento de planos de ação para cada aspecto, relacionado à sua atividade e processos, garantindo à sua gestão ambiental o máximo de precisão.


Procedimento de avaliação de Riscos e Oportunidades

Não há modo de gerenciar uma empresa sem adotar procedimentos para preservar a saúde e a segurança do trabalhador. E isso, não apenas por questões de conformidade legal, mas principalmente em virtude de precaução com os colaboradores da organização.

Por esse motivo, toda organização, por menor que seja, deve implementar algum tipo de procedimento interno para a avaliação dos Perigos e Riscos levantados pela equipe de sistema de gestão com foco em Saúde e Segurança do trabalhador.

Como avaliar os Perigos e Risco em SSO?

O Módulo PRSSO (Perigos e Riscos da Saúde e Segurança Ocupacional) do SOGI oferece uma configuração no sistema capaz de fazer uma associação entre os procedimentos internos da empresa e os respectivos perigos e danos que ali podem se apresentar.

Para conquistar um bom sistema de gestão da SSO, é preciso haver envolvimento de 100% dos trabalhadores da organização. Além disso, para que seu sistema de gestão em SSO funcione, é necessário haver um trabalho paralelo, que envolverá principalmente aspectos práticos do dia a dia do trabalhador.

Salientamos, no entanto, que os procedimentos devem envolver a responsabilidade de todos da organização, sem exceção. A falta de envolvimento e de descumprimento com os requisitos legais aplicáveis a gestão em SSO, pode favorecer os perigos e riscos no ambiente de trabalho. De acordo com o Instituto Nacional de Seguridade Social (INSS), em 2017 foram concedidos cerca de 22 mil benefícios acidentários a trabalhadores que precisaram se afastar do trabalho por mais de 15 dias devido a algum tipo de doença relacionada a LER (Lesões por Esforços Repetitivos) ou Dort (Distúrbios Osteomusculares Relacionados ao Trabalho). Isso representa 11,19% de todos os benefícios concedidos. [01]

Saúde e segurança do seu colaborador não é brincadeira! Gerencie com cuidado seu SSO, use ferramentas focadas em gestão e análise de perigos e riscos como o SOGI PRSSO.

SSO – Medidas para serem adotadas

Veja abaixo algumas medidas que você pode adotar na sua empresa:

  • Realize eventos pontuais para informar sobre a importância na prevenção de acidentes e cuidados com a saúde. Esses eventos devem envolver absolutamente todos da empresa e devem conter informações práticas e que possam ser adotadas com facilidade.
  • A prevenção de acidentes é uma ação coletiva. Muitos acidentes são causados devido ao excesso de confiança, de negligência, de imprudência e de imperícia por parte dos funcionários.
  • Em todo caso, é sempre interessante formar uma comissão, a qual estará atenta quanto à segurança e saúde de todos os colaboradores e poderá auxiliar na realização de eventos sobre a importância da prevenção de acidentes e cuidados com a saúde.
  • Crie na sua equipe a consciência de que todos estamos sujeitos a imperícias. Uma breve busca na internet mostra que acidentes de trabalho (muitas vezes fatais) ocorrem com frequência e que sempre há casos recentes sendo noticiados. Em sua maioria são trabalhadores como eu e você, que saíram de casa sem imaginar que iriam se deparar com uma fatalidade.
  • Crie uma Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA). De acordo com a lei, a CIPA se faz necessária em empresas que tenham mais de 20 funcionários ou que exerçam atividades perigosas.
  • Tenha uma gestão à vista, com dicas que falem desde a prevenção de acidentes a assuntos sobre ergonomia. E sempre que for possível, trabalhe com a percepção visual dos seus colaboradores, deixando placas com avisos, imagens ilustrando como levantar caixas ou agachar para pegar objetos no chão, etc.
  • Forneça condições adequadas. Não basta conscientizar suas equipes se a empresa não fornecer condições adequadas para o cumprimento de todas as normas de segurança.
  • Sempre forneça EPIs e EPCs em estado adequado, e mantenha em dia a análise das condições físicas dos ambientes laborais, bem como estudos de ergonomia e a identificação e mitigação de perigos e riscos.

Atenção à legislação

Quanto mais NRs o sistema de gestão de SSO atender, mais completo ele será. E os prazos legais devem ser cumpridos à risca, até mesmo para evitar multas e custos desnecessários.

Portanto, é importante que a organização saiba realizar a identificação, avaliação e monitoramento de quaisquer perigos e riscos de acidentes, incidentes e doenças ocupacionais,  sejam eles físicos, psíquicos ou emocionais — e sempre levando em conta o contexto de cada organização. Agindo assim, as empresas conseguem mais controle sobre os perigos e riscos que envolvem seus colaboradores.

Matriz de Perigos e Riscos: como realizar?

Para ajudar no monitoramento de um Sistema de Gestão com foco em SSO, a Verde Ghaia desenvolveu o Módulo PRSSO do SOGI. Através desse sistema, você terá como registrar e avaliar a sua matriz de perigos e riscos, identificando os principais riscos e ainda avaliar a significância dos perigos e de seus controles operacionais. Desse modo, é possível criar e gerenciar planos de ação voltados ao cumprimento das exigências práticas e legais, visando assegurar a saúde de seus colaboradores.

Oferecer condições de trabalho dignas ao colaborador é tão importante quanto monitorar o atendimento às obrigações legais. Portanto, o ambiente de trabalho – onde costumamos passar a maior parte do nosso tempo -, não poderia ser negligenciado.

Sendo assim, toda empresa deve adotar um sistema de gestão da saúde e segurança ocupacional, não apenas para cumprir a legislação, mas também para proporcionar o melhor ambiente aos seus colaboradores.


Porque a LIA é diferente e melhor de tudo o que você já viu?

Nós da Verde Ghaia, estudamos a fundo as ferramentas disponíveis no mercado, assim como todos os produtos similares ofertados. E antes de lançarmos a LIA, Inteligência Artificial, não foi diferente.

Foram meses e mais meses dedicados a entender quais as necessidades de nossos clientes que ainda não estavam sendo satisfeitas, a analisar tudo o que já havia sido entregue para se fazer gestão de forma mais rápida, funcional e eficiente. E, somente a partir desse estudo, poderíamos entregar o maior valor possível, visando sanar as dificuldades e facilitar o processo de gestão e monitoramento das leis.

Chegar onde chegamos, demonstra o compromisso e o engajamento de todos os nossos colaboradores Verde Ghaia em atender o nosso cliente com exclusividade, pensando sempre em como melhorar e aperfeiçoar os dados do seu sistema de gestão. Pois, para não nós, não basta apenas oferecer solução, nós oferecemos solução com resultados que possam ser lidos e compreendidos pelos gestores, para que assim, tomem decisões estratégicas mais seguras e assertivas.

Nós já tínhamos a certeza, bem lá no fundo, de que a LIA seria uma grande inovação, não só para a Verde Ghaia, mas para todo o mercado de Leis. E não estávamos errados. A LIA é muito mais que isso e propõe 80% de agilidade no monitoramento de leis!

O que é a LIA

A LIA, ou Legislação com Inteligência Artificial da Verde Ghaia, é uma plataforma inteligente que apresenta dados estratégicos para a tomada de decisão das empresas, possibilitando uma maneira diferente e muito mais fácil e prática de ver resultados em relação ao cumprimento de leis e da gestão do compliance em sustentabilidade.

Através da LIA, o seu dashboard terá dados mais precisos, possibilitando analisar todos os temas de forma priorizada, bem como os impactos financeiros pelo cumprimento (ou não) das exigências legais. Você poderá realizar o mapeamento de todas as penalidades, permitindo que toda a gestão de custos da empresa possa analisada e assim, tomar decisões cabíveis em relação as áreas mais sensíveis/vulneráveis da empresa.

É por isso, que a Verde Ghaia está sempre a frente do mercado, investindo em tecnologia de qualidade. Fazemos tudo isso, porque acreditamos que através do nosso empenho, oferecemos melhorias aos processos dos clientes, para que eles alcancem seus objetivos e metas.

O maior banco de dados de Legislações do Brasil

A Verde Ghaia, em seus 20 anos de existência, possui o maior banco de dados de legislação federal, estadual e municipal do Brasil no que diz respeito à sustentabilidade. Por exemplo, quando falamos apenas de leis ambientais, hoje o número delas no Brasil são de aproximadamente 11.415 leis federais, 22.711 leis estaduais, 28.537 leis municipais e 157 NBRs. A média mensal de novas leis ambientais que surgem é de 57 federais, 114 estaduais, 144 municipais e 2 NBR. Ressalva-se que esse número está em constante mudança, pois o Brasil é conhecido como o maior “fabricador” de leis.

Partindo desse número astronômico de leis, como algum ser humano conseguiria dar conta de monitorar, analisar e interpretar tantas leis? São muitas leis, normas, diretrizes a serem seguidas para que não haja penalização nos processos da empresa. Por isso, que desde a sua fundação, em 1999, a preocupação da Verde Ghaia sempre foi em utilizar cada vez mais tecnologia e softwares, ficando cada vez menos dependente do papel e do homem.

A LIA surgiu para demonstrar que essa preocupação não é brincadeira! Tornando-se, portanto, uma ferramenta importante para melhoria dos processos do cliente, visto que a inteligência artificial aplicada as interpretações da lei é um passo fundamental para gerar resultados relevantes e com dados estruturados para tomada de decisão mais assertiva.

LIA: Otimizando o atendimento à Legislação

Um dos principais diferenciais da LIA é o agrupamento das exigências legais que ela faz, de forma automática, vinculando todas elas a uma resposta só, no grupo de obrigações. Assim, a LIA traz para determinado grupo de evidências todas as normas associadas àquela obrigação. E detalhe: você pode visualizar apenas o grupo de obrigações desejada, como também, todas as outras obrigações que estão relacionadas à determinada norma. A vantagem desse agrupamento é a otimização do seu tempo relacionado à avaliação do atendimento às leis, reduzindo bastante o trabalho da rotina de monitoramento.

Explicando melhor: nós da Verde Ghaia sempre prestamos auxílio para todos os nossos clientes para o cumprimento de seus requisitos legais. Entretanto, tínhamos em mente essa dificuldade vinda de nosso clientes, em relação a existência de várias obrigações que cabiam para várias normas. Como antes não existia esse agrupamento, era necessário ficar respondendo a cada uma dessas obrigações, mesmo se ela já havia sido contemplada em outra norma.

Com a LIA, pela sua capacidade de agrupar as exigências iguais em um só local, o cliente passa a ganhar muito mais tempo, para comprovar seu atendimento. É só responder o grupo de obrigações que todas automaticamente, já estarão respondidas, já que são exatamente iguais. Mas se você quiser, claro, poderá também responder uma a uma, tudo é sempre a seu critério. Ah, o sistema oferece também sugestões de evidências para estas obrigações, cabendo a cada cliente, decidir usá-las ou não.

Classificação da Exigência Legal

Só para você ter uma ideia, nossa equipe, através de vários estudos, calculou que a LIA traz uma otimização de 80% de esforço dedicado do cliente no levantamento de evidências para atender a legislação. Em outras palavras, isso significa que você vai passar a ter 80% do seu tempo a mais para usar em atividades mais estratégicas ao invés de ficar no operacional e preenchendo obrigações repetidamente.

Outro diferencial da LIA é a capacidade de classificar e gerenciar cada exigência legal para uma análise muito mais fina e completa, permitindo organizar o tipo da evidência legal por temas integrados, facilitando assim a gestão, o registro de evidências e demonstrar o atendimento a várias obrigações semelhantes ou associadas.

A classificação das exigências legais, na LIA, se dá conforme sua natureza ou tipo: por inspeção, licenças e autorizações, laudos, programas, planos e prontuários e gestão de fornecedores críticos.

O que isso facilita para a sua vida? Bom, através dessa tipologia você terá tudo bem definido dentro da sua organização, já sabe o que é inspeção, o que é treinamento, o que são licenças, e assim por diante. Então, imagine que seja necessário fazer uma auditoria. Com a LIA, é só selecionar o filtro LIA Inspeção e ir para a área da empresa e iniciar uma auditoria conferindo as evidências de atendimento in loco. Tudo fica muito mais rápido, simples e eficaz.  Ou ainda com o filtro na LIA treinamento você pode ter acesso a todas as obrigações que exijam treinamento do colaborador. E assim cumprir essas exigências legais.

E assim pode ser feito em toda a sua empresa, seguindo cada uma das tipologias feitas pela própria LIA.

Dashboard muito mais intuitivo para análise dos resultados

É claro que não adianta tantas funcionalidades e diferenciais se a forma de mostrá-los aos clientes não mudar. Por isso, a Verde Ghaia também investiu e muito no dashboard da LIA. E assim ela mais uma vez se diferencia de tudo o que existe hoje no mercado.

O que se tem com o dashboard da LIA é a visão do todo. Isso significa visualizar o grau de risco total, incluindo todas as obrigações federal, estadual e municipal, que a empresa está submetida no momento. Esse risco engloba o universo total de todas as obrigações que ele tem que cumprir, o que ele já preveniu, o risco avaliado (é a mesma coisa que risco exposto, ou a soma de todas as multas previstas nas obrigações não conformes) e o risco legal desconhecido. São apresentados também os temas de maior relevância para o seu negócio, aqueles com maior risco exposto e não avaliado conjuntamente.

Inclusive no próprio dashboard o cliente também pode verificar qual o custo para tratar tal obrigação. Tratar é mais caro do que a multa a que estou exposto? A LIA responde para você, automaticamente, para que você tenha o poder de decisão de quais são os temas prioritários para atendimento com base na análise de uma inteligência artificial.

Inteligência Artificial para monitorar requisitos

Enfim, tentando resumir o que significa o universo de informações que o dashboard da LIA traz, podemos dizer que ele foi desenvolvido para ser a materialização de resultados. Com ele uma empresa pode ver o que priorizar, o que tem que cumprir e o que causa maior impacto se não cumprir. Isso significa que a forma como a LIA apresenta os resultados gera um grande valor estratégico para os clientes.

Consideramos a LIA como um produto disruptivo em relação a tudo o que existe hoje no mercado, sendo – diferente e melhor – de tudo o que você já viu em relação ao monitoramento e gerenciamento de legislação.

Estamos orgulhosos do caminho que estamos seguindo. Venha fazer parte de uma gestão engajada e com resultados assertivos. Conheça mais sobre a LIA.


Ficou interessado na LIA? Quer conhecer o que mais ela pode oferecer para seu negócio? Ou ainda não está acreditando em tudo o que leu nesse texto? Então entre em contato com nossos consultores e agende uma apresentação!

Nossos consultores estão prontos para apresentá-los a LIA e provar que a sua gestão pode ser mais ágil e obter informações realmente esclarecedoras para que você possa entender como os dados podem influencias na sua estratégia.


GAIA: relacione seus requisitos legais aplicáveis

São oito da manhã de uma segunda-feira sua empresa recebe um visitante. Um fiscal do IBAMA. Ele deseja conferir a situação das licenças de instalação e operação. Você sabe que sua licença de operação está em dia, mas não tem muita certeza sobre a licença de instalação. Você andou pedindo à sua equipe que conferisse todas as licenças — “Mas são tantas tarefas, tantos requisitos para acompanhar, tantas leis, tem hora que não dá tempo ou as informações se perdem!”.

Eis que você descobre que sua licença expirou há uma semana. Não há o que fazer, senão receber a multa com resignação.

Gerencie seus Aspectos e Impactos com segurança

Esse tipo de problema, como mencionada acima, pode ser facilmente evitado com o módulo GAIA (Gerenciamento de Aspectos e Impactos Ambientais), um software desenvolvido pela Verde Ghaia para facilitar o gerenciamento de todos os aspectos e impactos ambientais de sua organização. Ele auxilia na avaliação dos impactos ambientais e na criação de planos de ação voltados para a melhoria e adaptação às exigências legais.

Através de uma metodologia especialmente desenvolvida, o módulo GAIA identifica a significância dos aspectos e dos impactos ambientais aplicáveis à sua organização, bem como a correlação de todos eles com a legislação.

Em outras palavras, a cada aspecto registrado no sistema, automaticamente surge a listagem de requisitos que devem ser cumpridos, inclusive com dados imprescindíveis, como as datas de expiração das licenças. O sistema vincula todos os requisitos aplicáveis àquele aspecto e os vincula à sua planilha GAIA de forma prática e ágil.

SOGI GAIA: procedimentos e critérios de identificação

O software também oferece o procedimento e os critérios de identificação, informa se o aspecto e impacto ambiental são significativos, quais são os riscos para o seu negócio, identifica de forma clara os aspectos que necessitam de controle operacional a fim de reduzir suas ocorrências e é um suporte para a criação e gerenciamento de planos de ação para cada aspecto em sua atividade e processos.

Lembrando que o item 6.1.3 da nova versão da Norma 14001:2015 diz que toda organização deve determinar e ter acesso aos requisitos legais e outros requisitos relacionados a seus aspectos ambientais, determinar como tais requisitos impactam na organização, além de levar esses e outros requisitos em consideração quando for estabelecer, implementar, manter e melhorar continuamente seu sistema de gestão, através de informação documentada.

Na visualização da planilha, aparecerá um campo específico onde é possível abrir e visualizar os textos de todos os requisitos vinculados.

Diferenciais do Módulo GAIA – SOGI

Além disso, o Módulo GAIA possui outros diferenciais:

  • Armazena informações e históricos.
  • Oferece uma interface amigável para visualização das planilhas.
  • Gera relatórios e gráficos gerenciais, realizando o envio automático para o e-mail dos interessados, sempre mostrando o status dos planos de ação.
  • Detém maior agilidade nos controles e possibilidade de controle centralizado.
  • Organiza a gestão de todos os itens do Levantamento de aspectos e Impactos: área, processo, atividade e medidas de controle.
  • Gerencia os riscos e oportunidades dos processos e operações, relacionando-os aos aspectos e impactos.
  • Relaciona suas atividades finais e suas possíveis consequências de acordo com aspectos e impactos ambientais.
  • Gera a análise de riscos e ciclo de vida dos produtos e relatórios gerenciais.
  • Permite o controle das permissões de acessos dos usuários e das alterações nas planilhas.
  • 100% de confidencialidade e segurança da informação.
  • Sistema online, sem necessidade de instalação, com acesso em período integral de qualquer lugar do mundo

Com todas as informações pertinentes inseridas, o software é capaz de responder a milhares de perguntas, tais como:

  • Quais são os aspectos/impactos significativos em minha atividade?
  • Meus controles estão sendo eficazes?
  • Quais os riscos mais relevantes para o meu negócio?
  • Há oportunidades de redução de custo ou de novos investimentos?

Só o Módulo GAIA assegura um rígido de controle de todos os aspectos e impactos ambientais, garantindo à gestão ambiental o máximo de precisão e evitando que sua empresa tenha surpresas desagradáveis junto à lei.

Fale conosco e agende uma demonstração do Módulo GAIA – SOGI!


Como incrementar novas tecnologias na Gestão Empresarial?

O mundo se desenvolve constantemente e muitas tecnologias são criadas para que haja facilidade no funcionamento de uma empresa. A aplicação de novas tecnologias na gestão de um empreendimento é essencial, para que a mesma esteja sempre em destaque no mercado.

A inovação está de maneira constante em todo o mundo. E não pode ser diferente dentro de uma empresa. Em que na década de 90 mesmo, não existia alguns meios de comunicação como e-mails, redes sociais, internet e marketing digital.

Então adquirir um produto era limitado, pois só se conseguia realizar a compra se fosse a loja ou empreendimento para efetuar a compra. Nos dias atuais, é possível adquirir qualquer tipo de produto sem sair do conforto de sua casa, basta dar alguns cliques e pronto, a compra é efetuada com sucesso.

E não só para efetuar compras a inovação entrou em questão, mas também a tecnologia auxilia a grande maioria senão todas empresas a se desenvolverem e a terem melhor meios de organização e enriquecimento de informações.

Para que você saiba mais sobre essas novas tecnologias na gestão de uma empresa, preparamos este artigo, para que você entenda melhor os benefícios que se pode obter com uma gestão eficiente e quais ferramentas são mais utilizadas atualmente.

Benefícios das novas tecnologias na gestão

Buscar novas maneiras de gestão que se insiram novas tecnologias é de extrema importância para otimizar e melhorar o desempenho de toda empresa. E então se consegue aumentar a produtividade tenha um produto final de qualidade para seus clientes.

Além de oferecer um ambiente mais inovador para todos os colaboradores. Então saiba os benefícios que se pode alcançar com tecnologias sendo favoráveis ao desenvolvimento de seu empreendimento.

Redução de custos

Quando se investe em tecnologias para o desenvolvimento da empresa, você consequentemente reduz gastos, pois é possível ter maior controle de estoque, matérias primas, a verificação e analise da produção e uma gestão financeira mais eficiente e seguro.

Melhorias no resultado

Os resultados conseguem ser otimizados se a gestão e uso de tecnologias forem eficientes. Pois os colaboradores conseguem desempenhar de forma correta os seus afazeres com auxilio de ferramentas capacitadas e evoluídas para o bom desenvolvimento do empreendimento.

Então com eficiência no atendimento, resolução de problemas e organização de dados é possível fazer com que toda a empresa se desenvolva e tenha melhorias no resultado.

Atendimento e relacionamento com cliente

Todas as empresas precisam de clientes para que o funcionamento seja realizado. E melhor ainda, se você consegue deixar o cliente satisfeito, ele irá se fidelizar, procurando sempre pelos seus produtos quando precisar.

E ainda sim, indicar o produto para outras pessoas. E para que você consiga conquistar esse cliente para sua empresa, é necessário manter ou iniciar um bom relacionamento com o mesmo.

Pois hoje em dia, há canais que auxiliam a comunicação entre empresa e cliente. Em que é possível saber quem são os potenciais clientes dentro do público-alvo e estreitar o relacionamento com ele.

Para que o mesmo veja que sua empresa tem compromisso e seriedade com seus consumidores. Por isso é eficiente ter um meio de comunicação mais facilitado entre cliente e empresa, para que aconteça a fidelização do mesmo.

Flexibilidade

Uma empresa que investe em novas tecnologias na gestão, consegue ter mais flexibilidade aos eventos que se possa acontecer. E assim conseguir se adaptar a mudanças que acontecem o tempo todo.

Inovar sempre

Se a empresa está enfrentando dificuldades para resolver os tipos de processos que aparecem, é um indicativo de que as ferramentas de gestão não estão sendo mais eficientes como antes.

Então torna-se necessário inovar e investir em novas tecnologias para que a gestão de sua empresa seja sempre eficaz.

Tecnologias na gestão empresarial

Em uma empresa se torna necessário preparar para acompanhar o desenvolvimento de seus colaboradores. Em que os mesmos estão acostumados a ter informações com agilidade e rapidez de alguns cliques.

Então torna-se necessário adaptar a gestão da organização e de pessoas em seu empreendimento, para que a empresa esteja sempre inovando e auxiliando seus colaboradores a terem mais conhecimento sobre o negócio.

Por isso conheça algumas aplicações de novas tecnologias na gestão que são eficientes a seguir:

  • Cloud e SaaS:
  • O Cloud é solução de software que tem infraestrutura para eliminar a preocupação de instalação e manutenção de equipamentos e hardware. Já o SaaS, é um conjunto de soluções para os serviços Cloud, em que o SaaS atualiza e faz manutenções automaticamente dos softwares, deixando-os eficientes.
  • Big Data:Esta ferramenta consegue organizar uma quantidade muita grande de dados complexos e de informações para que seja possível analisa-las sem muita dificuldade. A ferramenta grava informações de interações com usuários.

E essas informações podem auxiliam a empresa a conhecer mais os gostos de cada tipo de cliente e fazer com que o relacionamento entre empresa e cliente seja eficaz.

  • Mobile:Esta tecnologia é muito utilizada entre todas as pessoas e colaboradores de empresa. Em que fazem uso de smartphones para se obter informações em tempo real com apenas alguns cliques.

E como a maioria das pessoas já possuem acesso a este tipo de tecnologia. É necessário investir em formas de trazer para a empresa o uso destes aparelhos de forma positiva.

Considerações Finais: Tecnologias na Gestão Empresarial

Então, todas as pessoas responsáveis direta ou indiretamente na empresa, devem entender as ferramentas e inovações da tecnologia são implementadas pelo empreendimento, fazendo com que o negócio seja sempre visionário e atenda as tendências do mercado.

A aplicação de novas tecnologias na gestão de empresas e pessoas, se torna extremamente necessária para que o seu empreendimento desenvolva conforma o mercado atual caminha. Invista para ter o crescimento de seu negócio.

SOGI: a melhor ferramenta de Gestão para utilizar na sua empresa

Para quem deseja transformar a sua empresa, fazendo-a crescer e se destacar no mercado, utilizar uma ferramenta de sistema de gestão e monitoramento de requisitos legais aplicáveis é fundamental.

Hoje o volume de informações disponíveis é gigantesco, as transformações acontecem a cada segundo, as coisas se tornam obsoletas em uma velocidade alarmante e o mercado está cada vez mais competitivo. É impossível sobreviver a esse cenário, se você não tiver à sua disposição uma ferramenta que dê a segurança necessária para tomadas de decisão assertivas e que garantam a eficácia das ações desenvolvidas.

Analisar sua Gestão de Forma Integrada

No mercado existem várias opções disponíveis. Mas a maioria não permite analisar sua gestão de forma integrada e ao mesmo tempo detalhadamente em cada área específica, nem utiliza a última geração de tecnologia existente no mundo e muito menos contém o maior banco de dados de legislações, sendo atualizado constantemente para que absolutamente nada passe despercebido em sua empresa.

Todos esses pontos são essenciais para uma gestão de sucesso. E onde você encontra tudo isso e muito mais?

No SOGI. SOGI significa Software Online de Gestão Integrada, e é considerado uma das melhores ferramentas existentes hoje, no mercado, possibilitando que a empresa esteja em compliance através do controle de legislações em áreas de qualidade, saúde e segurança, meio ambiente e responsabilidade social.

O SOGI foi desenvolvido através de metodologias próprias da Verde Ghaia, empresa que há 20 anos é referência nacional quando o assunto são sistemas de gestão. Através do SOGI, você obtém soluções eficientes que visam fornecer processos mais ágeis de monitoramento e gerenciamento de requisitos, possibilitando também tratar de maneira adequada as não conformidades. Se uma empresa deseja alcançar a sustentabilidade empresarial de seu negócio, sem dúvida o SOGI é a escolha certa.

O que SOGI oferece a sua Gestão?

Mas, por que afinal, o SOGI pode ser considerado a melhor e mais moderna ferramenta de sistema de gestão e monitoramento de requisitos legais aplicáveis existente hoje no Brasil?

Como o SOGI pode ajudar a transformar o seu negócio? Quer saber as respostas? Então continue a leitura, pois nesse artigo vamos falar especialmente sobre isso.

Quais os principais objetivos do SOGI?

Atuando como uma ferramenta de sistema de gestão e monitoramento de requisitos legais aplicáveis, o principal objetivo do SOGInada mais é do que oferecer soluções eficientes em tempo real para promover, agilizar e facilitar a gestão dos negócios, de forma a minimizar riscos e prejuízos bem como otimizar processos e garantir que a empresa esteja em compliance. Isso só é possível porque o software é totalmente alinhado às normas internacionais de certificação ISO.

O SOGI também permite fazer tratamentos de não conformidades, mapear as penalidades legais, podendo priorizar a sua matriz de risco através desse indicador e elaborar planos de ação com gráficos e planilhas bem detalhadas, disponibilizando itens essenciais que influenciam na assertividade das tomadas de decisões.

Caso a empresa tenha uma certificação internacional, como a norma ISO, ou deseja ter, o SOGI facilita cumprir todos os requisitos exigidos, pois ele pode ser utilizado para fazer a gestão de normas internacionais, possibilitando que elas sejam um diferencial para o sucesso do seu negócio.

Além disso, para que a empresa analisada esteja sempre um passo à frente de seus concorrentes, há a possibilidade de fazer, através do SOGI, a verificação de índices de sustentabilidade, diretamente ligada à metodologia do Prêmio Compliance Brasil.

Neste evento participam somente as maiores e melhores empresas do Brasil que buscam a excelência de sua gestão através das certificações internacionais, do cumprimento da legislação aplicável ao seu negócio e da implantação de ações que promovam a melhoria contínua de seus processos, produtos e serviços.

Vantagens e benefícios que uma empresa com o SOGI

Através da ferramenta de sistema de gestão e monitoramento de requisitos legais aplicáveis o empreendedor passa a ter uma noção mais ampla do seu próprio negócio, permitindo uma visão integrada de toda a empresa e também o cumprimento de cada um dos requisitos a que sua atividade está sujeita. E o gestor, caso queira, recebe uma interpretação e análise da legislação, evitando a perda de tempo em procurar por atualizações da lei ou a compreendendo. 

 Com o SOGI você sempre terá planilhas e gráficos à sua disposição em tudo o que fizer, sem risco de estarem corrompidas ou com dados que podem ter sido sabotados, como é o caso de uma planilha de Excel. E há a opção de gerar relatórios de maneira muito simples e fácil.

Algumas outras vantagens do SOGI em relação a qualquer outra ferramenta de gestão são:

  • Não há necessidade de uma estrutura de TI em sua empresa para utilizar a plataforma.
  • O acesso é online, não sendo preciso instalar nenhum programa nos computadores da sua empresa. Basta ter acesso à internet para acessar o SOGI quando você quiser;
  • Alertas e suporte rápido para sua equipe sempre que julgar necessário, pois os consultores da Verde Ghaia resolvem suas dúvidas rapidamente e no momento que você precisar.
  • Caso a sua empresa tenha unidades corporativas, há a possibilidade de integrar mais rapidamente as unidades corporativas.
  • Não há limite de cadastramento de usuários no SOGI. Podem ser cadastrados quantos forem necessários, desde que eles sejam colaboradores da sua empresa. Além disso, cada usuário pode ser cadastrado com diferentes hierarquias de perfis de acesso. E estes são totalmente configuráveis.
  • E absolutamente tudo que é registrado no SOGI é totalmente seguro e sigiloso.

Além disso tudo, uma das principais diferenças e vantagens de utilizar o SOGI é o uso de Big Data, que possibilita transformar um grande conjunto de dados que estão separados em informações, e estas, por sua vez, são transformadas em conhecimento e este conhecimento é utilizado para tomar decisões.

Os Módulos do SOGI

Para facilitar ainda mais a gestão, o SOGI é dividido por módulos, que podem ser contratados individualmente, de acordo com as necessidades da sua empresa, ou em conjunto, permitindo o monitoramento e o gerenciamento do seu sistema de gestão de maneira integrada e completa.

MÓDULO LIRA: LIRA significa Lista Interna de Requisitos Aplicáveis. Tem por objetivo fazer o monitoramento dos requisitos legais aplicáveis à sua organização e gerenciar planos de ações, para melhorar o atendimento desses requisitos. O banco de dados com as legislações é atualizado diariamente, facilitando que a empresa esteja em compliance.

MÓDULO AUDITORIA: Com este módulo você pode programar auditorias internas e externas, registrando as informações e gerando relatórios automaticamente com todas as informações e comparativos dos processos e procedimentos da sua empresa. Assim é possível analisar se existe algo para modificar ou melhorar.

MÓDULO GAIA: O Módulo Gaia (Gerenciamento de Aspectos e Impactos Ambientais) permite que você gerencie todos os aspectos e impactos ambientais da sua organização. Você pode registrar todos eles e realizar uma avaliação desses impactos, bem como construir planos de ação para melhoria e adaptação das exigências legais.

MÓDULO PRSSO: O Módulo PRSSO (Perigos e Riscos da Saúde e Segurança Ocupacional) foi desenvolvido para auxiliar a identificar, avaliar e monitorar os perigos e riscos de acidentes, incidentes e doenças ocupacionais, por atividade, processos ou áreas, sejam eles físicos, psíquicos, emocionais, presentes ou futuros, considerando o contexto da sua organização.

MÓDULO TNC: O Módulo TNC (Tratamento das Não-Conformidades) auxilia no monitoramento e controle de todas as etapas que compõem o tratamento das não-conformidades identificadas em sua organização, processo, produto, acidentes e incidentes, auditorias internas e externas, possibilitando que você tome ações corretivas e preventivas de maneira fácil e segura.

MÓDULO GRC: O Módulo GRC (Governança, Riscos e Compliance) visa identificar/registrar, avaliar e monitorar todos os riscos e oportunidades ligados a seu negócio, auxiliando você a prevenir multas, interdições, paralisações da atividade, perda de reputação e até perda de capital e de mercado, como também ajuda a aumentar a confiança e a atratividade dos investidores e financiadores, reduzindo o custo de capital e aumentando o valor de mercado da sua organização.

MÓDULO ADMINISTRATIVO: Este módulo foi desenvolvido para gerenciar os acessos e as operações realizadas pelos usuários de maneira fácil e clara. Esses usuários podem ter acesso, por exemplo, única e exclusivamente àqueles requisitos que se aplicam à sua atividade ou à sua tarefa, garantindo maior segurança das informações.

MÓDULO LICENÇAS: O Módulo Licenças e Condicionantes tem como objetivo principal fazer a gestão de prazos e documentos da atividade da sua empresa, permitindo um controle detalhado das obrigações das leis.

MÓDULO CORPORATIVO: O Módulo Corporativo é ideal para quem possui unidades corporativas e precisa manter e monitorar os mesmos padrões de qualidade e de atendimento em todas elas, de maneira fácil, simples e num único local. Ele fornece gráficos corporativos e dados históricos dos indicadores de atendimento das unidades

MÓDULO DOCUMENTOS: Este módulo realiza toda a gestão dos documentos da empresa, permitindo total controle de tudo o que é necessário para o funcionamento regular do seu negócio, organizando o controle de datas, versões e aprovações de toda a papelada.

Considerações Finais

E ainda tem muito mais! São tantas vantagens e benefícios que em um artigo só não é possível falar sobre todos eles. Mas, se quiser ter mais informações e entender como o SOGI oferece praticidade, segurança e confiabilidade na sua gestão, fale conosco!

Com o SOGI ele proporciona melhorias na transformação de seu negócio, para que seu negócio cresça de forma sustentável e se destaque no mercado.

Acesse nosso Blog e fique por dentro das novidades sobre o SOGI.

Como gerenciar os prazos das suas licenças?

Conheça o módulo de Licenças do SOGI e gerencie os prazos de suas licenças e condicionantes.

A Licença Ambiental é o instrumento administrativo exigido pelo Poder Público, cujo objetivo é a verificação da viabilidade de um empreendimento, e que se concentra no controle, prevenção, monitoramento, mitigação e compensação de eventuais impactos ambientais ocasionados pelas atividades de um negócio.

Resolução 237/971 do Conselho Nacional do Meio Ambiente: o licenciamento ambiental “é o procedimento administrativo pelo qual o órgão ambiental competente licencia a localização, instalação, ampliação e operação de empreendimentos e atividades que façam uso de recursos ambientais ou que sejam potencialmente poluidoras ou passíveis de causar degradação ambiental, considerando as disposições legais e regulamentares e as normas técnicas aplicáveis”.

Você conhece bem o conceito de Licenças e Condicionantes?

Boa parte das medidas de prevenção e compensação de impactos ambientais se dá através das chamadas Condicionantes que nada mais são do que “cláusulas do ato administrativo emitidas pelos órgãos públicos competentes, cujo objetivo é conformar, controlar e adequar um empreendimento aos desígnios legais de proteção, conservação, melhoria e uso sustentável dos recursos naturais”.

Em suma, as condicionantes ambientais são os compromissos que o empreendedor assume para com os órgãos ambientais, deste modo, ele consegue obter todas as licenças para seu funcionamento, garantindo também a conformidade e a sustentabilidade ambiental de seu negócio.

Tipos de condicionantes

As condicionantes podem ser genéricas, sem prazo e especificas com prazo.

As genéricas são aquelas aplicáveis a quase todos os empreendimentos e geralmente estão associadas a um padrão de qualidade ambiental mínimo exigido pelos órgãos fiscalizadores, como por exemplo, o monitoramento de poluentes (que é obrigatório em todas as indústrias) ou o descarte de resíduos. Vemos isso até mesmo em nosso dia a dia, quando um pequeno empreendimento comercial segue algumas obrigações em relação ao descarte de seu lixo comum, por exemplo.

As condicionantes sem prazo, são aquelas específicas de um empreendimento ou que não são cobradas pelos órgãos tão comumente. Em geral, o prazo para cumprimento destas não possui determinação fixada e se dá durante toda a vigência de uma licença. Um exemplo é a limpeza das canaletas que direcionam os efluentes líquidos para a estação de tratamento de resíduos (estrutura que nem toda empresa possui ou precisa possuir).

Já as condicionantes especificas com prazo são aquelas com vigência limitada e que requerem solicitações especiais aos órgãos ambientais. Exemplo: a empresa precisa construir uma barragem provisória durante uma obra. Ela então vai apresentar o pedido aos órgãos fiscalizadores, e depois de conseguir a licença ambiental, terá um prazo para cumprir a obra (a partir da data de emissão do documento).

O descumprimento de qualquer condicionante já gera autuações e consequentes penalidades (que geralmente rendem multas pesadas), podendo ainda haver perda ou suspensão da licença ambiental.

A Constituição Federal de 1988, no §3º do art. 2254, prevê que os praticantes de atividades consideradas lesivas ao Meio ambiente podem sujeitar-se, de forma cumulativa, a sanções nas esferas penal, civil e administrativa.

Como controlar as licenças ambientais

Gerenciar licenças e condicionantes nem sempre é um processo fácil, pois dependendo da área de atuação da empresa, a quantidade de leis que abrange o negócio pode ser extensa e complicada de se acompanhar. Veja dicas para implementar um sistema de gestão ambiental mais eficiente.

Organize os documentos de licenciamento ambiental:

Parece óbvio, mas por incrível que pareça, muitas empresas não organizam sua documentação, e assim perdem prazos e acabam pagando multas desnecessariamente. Armazene num só lugar os documentos relacionados à gestão ambiental (tais como licenças, protocolos e relatórios). Além disso, todos eles devem estar digitalmente acessíveis e num sistema com backup seguro.

Faça um check list de todas as suas licenças regularmente

O cumprimento de todas as condicionantes de sua empresa deve ser avaliado com regularidade. Atenção às datas de expiração de cada uma delas.

Mantenha um histórico das condicionantes

Empresas têm rotatividade de funcionários, mudanças nos setores, promoção e desligamento de gestores, pessoas entram de licença para cuidar da saúde, pessoas se aposentam… Sendo assim, a melhor maneira de evitar surpresas, é mantendo um histórico de todas as licenças e condicionantes, assim, quando houver mudança no quadro de pessoal, as informações estarão à mão para os novatos.

Cada documento gerado, encaminhado ou recebido deve ser armazenado e estar sempre disponível.

Assegure que todos os departamentos pertinentes tenham acesso aos dados da gestão ambiental

As questões de gestão ambiental não são exclusividade do gestor ambiental e de sua respectiva equipe. Todos os departamentos pertinentes da empresa devem estar envolvidos — gestores vão precisar gerar relatórios, o departamento financeiro cuidará das taxas, o departamento jurídico revisará a documentação, o setor de operações cumprirá ações práticas importantes etc. Adote um sistema integrado para que tudo seja coordenado corretamente.

SOGI Licenças e Condicionantes

As dicas acima podem ser implementadas de maneira muito mais simples se você adotar um sistema como o SOGI Licenças e Condicionantes, que vai integrar todas as questões da Gestão Ambiental de sua empresa, facilitando o cumprimento das leis e reforçando o comportamento sustentável entre as equipes.

O SOGI Licenças e Condicionantes é indicado tanto para pequenas, médias e grandes empresas, e ideal para organizações que costumam gerar muitos impactos ambientais (como mineradores, empresas de concessão de óleo e gás, siderúrgicas etc).

O SOGI  Licenças e Condicionantes permite ao usuário administrar uma série de informações fundamentais:

  • Acesso um banco de dados contendo mais de 110 mil leis.
  • O sistema é personalizado, e você pode inserir licenças e condicionantes pertinentes ao seu negócio, criar uma listagem de documentos inter-relacionados e nomear os responsáveis do setor por cada ação. Dentro desta funcionalidade, pode definir a periodicidade dos alertas importantes, sendo avisado sobre a renovação de licenças, entregas de relatórios às autoridades ou as condicionais específicas com prazo.
  • É possível também criar e monitorar planos de ação, recurso muito útil no caso de condicionantes específicas com prazo.
  • O monitoramento é completo. Você pode acompanhar licenças, alvarás, autos de vistoria do Corpo de Bombeiros, outorgas, manejo florestal e termos de ajustamento de conduta.
  • A qualquer tempo, é possível gerar relatórios e gráficos gerenciais, os quais auxiliam na análise dos dados e funcionam como indicadores.

Com o SOGI Licenças e Condicionantes, sua empresa previne perdas de prazos, multas e interdições, garante a organização da documentação, controla documentações complementares (como possíveis documentos solicitados pelo órgão fiscalizador depois que a empresa já protocolou o cumprimento das condicionantes), diminui o desperdício de matérias-primas e recursos naturais e reduz em até 90% dos custos com Auditorias anuais de Due Diligence Ambiental.

Vale a pena adotar um sistema rígido para controle de Licenças e Condicionantes. A empresa que demonstra preocupação real com o meio ambiente, atesta sua integridade perante clientes, fornecedores e a sociedade como um todo e faz sua parte para colaborar com a preservação do planeta.

O que saber sobre Renovação de L.O (Licença de Operação)?

Você sabe o que que é a Licença de Operação (ou Licença Ambiental de Operação)? É um Instrumento da Política Nacional do Meio Ambiente estabelecido pela Lei nº 6.938, de 31 de agosto de 1981, e que autoriza o início do funcionamento de um empreendimento; a LO é um fator determinante para que uma empresa possa atuar e visa garantir o controle das atividades humanas que possam interferir nas condições do meio ambiente.

Licenciamento Ambiental: documento para operação do empreendimento

O procedimento de licenciamento ambiental autoriza não apenas a operação de empreendimentos e atividades, mas também a localização, instalação e até uma possível ampliação da empresa.

A concessão da licença fica a cargo de órgãos ambientais estaduais e também do IBAMA no caso de grandes projetos (como aqueles que podem afetar mais de um Estado do território, como por exemplo a instalação de usinas hidrelétricas ou atividades do ramo de petróleo e gás, que geralmente possuem plataformas continentais.

As bases legais do licenciamento ambiental são estabelecidas, principalmente, pela Lei 6.938/81 (Política Nacional do Meio Ambiente) e também pelas Resoluções do Conselho Nacional do Meio Ambiente (CONAMA) 1/86 e 237/97, que definem os procedimentos para a liberação da licença.

Ramos Passíveis de Licenciamento Ambiental

O Ministério do Meio Ambiente determina os seguintes ramos como passíveis de licenciamento ambiental:

  • Agricultura, florestas, caça e pesca
  • Mineração
  • Indústria
  • Transporte
  • Serviços
  • Obras civis
  • Empreendimentos turísticos, urbanísticos e de lazer
  • Biotecnologia

Como você pode ver pela listagem acima, praticamente todos os nichos de operação empresarial necessitam de licenciamento ambiental. E com razão, pois a principal função da LO é garantir que haverá a conciliação entre o desenvolvimento econômico sem prejudicar a conservação do meio ambiente. É a ferramenta que concilia progresso e prevenção ambiental.

O que é preciso fazer para conseguir a Licença Ambiental?

Para que seja expedida a licença ambiental para um empreendimento, são avaliados os impactos ambientais que ele pode infligir no meio, tais como a geração de poluentes, de emissões atmosféricas, de resíduos sólidos, de ruídos e outros; e também são avaliados os potenciais de risco, ou seja, aqueles acidentes que podem acontecer em função da natureza do negócio (como explosões ou rompimento de barragens).

Além disso, o licenciamento ambiental também se divide em três etapas, e cada uma delas requer uma licença específica. Veja:

Licença Prévia: precisa ser solicitada quando a atividade ainda se encontra em fase planejamento. É esta licença que vai determinar a viabilidade ambiental do negócio. Sua finalidade é definir as condições de compatibilidade entre o empreendimento e a preservação do ambiente onde haverá atuação.

Licença de Instalação: vem logo depois da obtenção da Licença Prévia, quando o negócio já entra na fase de detalhamento do projeto de construção. Esta licença vai verificar a adequação da obra ao ambiente onde estará instalada. A construção só pode ser iniciada depois que esta licença é expedida.

Licença de Operação: é a licença que de fato autoriza o empreendedor a iniciar as atividades. Ela basicamente atesta que o relacionamento entre o empreendimento e o meio ambiente está selado e aprovado, e que existem cláusulas bem estabelecidas para se manter as operações do negócio.

Saiba mais sobre Licença de Operação

A Licença de Operação sempre tem prazo de validade e vai determinar um conjunto de regras, restrições e medidas de controle ambiental a partir das condicionantes estabelecidas, ou seja, aqueles compromissos que o empreendedor assume para com os órgãos ambientais de modo a garantir a vigência das licenças para o funcionamento de seu negócio.

Vamos supor que a empresa XYZ  consiga a Licença Prévia e a Licença de Instalação. Só que para que seja emitida a Licença de Operação, o órgão fiscalizador de seus estado determina o seguinte: a empresa XYZ deverá se comprometer a realizar a destinação adequada de seus resíduos sólidos. Pois bem… Se durante uma auditoria for constatado que não cumpriu o prometido, a empresa XYZ simplesmente perderá a Licença de Operação e terá de paralisar (ou até mesmo encerrar) suas atividades.

Lembrando também que uma empresa não necessariamente pode perder a LO por descumprimento das condicionantes. A Licença de Operação pode simplesmente expirar por negligência nos controles internos da empresa; neste caso, também pode haver o consequente impedimento para a emissão de outros documentos importantes.

SOGI Licenças e Condicionantes

Como pudemos ver, conseguir a Licença de Operação não é o fim de um processo, mas apenas parte de um trajeto que ainda carece de muito controle. É muito importante que a empresa continue atenta às condicionantes estabelecidas para manter sua LO. Isto inclui verificar a data de vencimento de todas as licenças emitidas, cumprir diversas leis e manter em dia o pagamento de taxas e impostos.

Mas como controlar tantas informações sem se perder?

Gerenciar licenças e condicionantes nem sempre é um processo fácil, pois dependendo da área de atuação da empresa, a quantidade de leis que abrange o negócio pode ser extensa e complicada de se acompanhar.

Por isso existe o SOGI Licenças e Condicionantes, software da Verde Ghaia indicado tanto para pequenas, médias e grandes empresas, e ideal para organizações que precisam contorlar um grande número de condicionantes.

Com ele, sua empresa previne perdas de prazos, multas e interdições, garante a organização da documentação, controla documentações complementares (como possíveis documentos solicitados pelo órgão fiscalizador depois que a empresa já protocolou o cumprimento das condicionantes), diminui o desperdício de matérias-primas e recursos naturais e reduz em até 90% dos custos com Auditorias anuais de Due Diligence Ambiental.

O SOGI  Licenças e Condicionantes permite ao usuário administrar uma série de informações fundamentais:

  • Disponibiliza um banco de dados contendo mais de 110 mil leis.
  • O sistema é personalizado, e você pode inserir apenas licenças e condicionantes pertinentes ao seu negócio, bem como criar uma listagem de documentos inter-relacionados e nomear os responsáveis do setor por cada ação. Dentro desta funcionalidade também pode-se definir a periodicidade dos alertas importantes, os quais informarão sobre a renovação de licenças, entregas de relatórios às autoridades ou sobre condicionais específicas com prazo.
  • O monitoramento é completo, permitindo acompanhar licenças, alvarás, autos de vistoria do Corpo de Bombeiros, outorgas, manejo florestal e termos de ajustamento de conduta.
  • A qualquer tempo, é possível gerar relatórios e gráficos gerenciais, os quais auxiliam na análise dos dados e funcionam como indicadores.

Responsabilidade ambiental e social

Quando seu negócio está com a LO em dia, ele automaticamente elimina o risco de multas, sanções penais e administrativas, e também melhora seu desempenho ambiental, garantindo visibilidade positiva no mercado.

Hoje em dia, a pressão pela conformidade ambiental não se limita a órgãos fiscalizadores, mas também ao consumidor final, que tem se mostrado cada vez mais consciente em relação a danos ao nosso planeta. Nenhuma empresa pode ser considerada responsável se não estiver cumprindo seus obrigações para com o meio ambiente.

Obter o Licenciamento Ambiental é assumir um compromisso de seriedade e confiança perante toda a sociedade.

Blog SOGI