O que é Segurança do Trabalho? O que você precisa saber sobre SSO
×

Conceito e aplicação da Segurança no trabalho

Conceitos básicos sobre a Segurança do Trabalho. As normas regulamentadoras sobre o que é Segurança do Trabalho estão previstas na ISO 45001, e defendem ações de prevenção a acidentes.

Para que uma empresa funcione, dezenas, e às vezes milhares de pessoas se dedicam a ela. Os preceitos sobre o que é Segurança do Trabalho são os grandes responsáveis por assegurar que esses trabalhadores estarão mais seguros dentro de suas funções, e enquanto estiverem em horário de trabalho.

Acidentes acontecem, e muitas vezes não podem ser previstos. A ideia de Segurança do Trabalho existe com a finalidade de minimizar os riscos, e proteger os funcionários dentro do ambiente – seja ele corporativo, fabril, comercial e etc.

Apesar de ser assunto de extrema importância tanto para o trabalhador quanto para o empregador, muita gente ainda tem dúvidas e questionamentos a respeito dos conceitos básicos de segurança no trabalho.

ISO 45001:2018 – o que diz a norma? O que é segurança do trabalho?

Curso Ead da Verde Ghaia com Deivison Pedroza – ISO 45001

Para diminuir os riscos corridos por aqueles que trabalham dentro das empresas, existem normas que ajudam a criar um ambiente um pouco mais seguro – mesmo para cargos que são considerados arriscados.

Talvez você não saiba, mas um número gigantesco de pessoas sofreu acidentes ou desenvolveu problemas de saúde em decorrência de seus trabalhos. É justamente para contrabalancear isso que surgiu a ISO 45001, que traz consigo uma série de normas para aumentar a segurança dentro das empresas.

A versão 2018 dessa ISO pretende estimular um pouco mais a preocupação dos empresários e empreendedores no que diz respeito a antecipar os riscos, e promover um ambiente mais seguro, esclarecendo o que é segurança do trabalho.

A ideia é justamente que as empresas promovam essa segurança para evitar acidentes, e não apenas ajam dentro das normas quando o problema acontecer. Tão importante quanto remediar é conseguir desenvolver uma consciência prévia para diminuir os riscos.

Então, a ISO 45001 em sua versão 2018 estimula a proatividade de todos os funcionários e envolvidos no que diz respeito a prevenção de acidentes, criando assim um ambiente muito mais seguro e confortável para todos.

Segurança do Trabalho x Segurança Ocupacional

Quando falamos o que é segurança do trabalho, pode surgir uma confusão instantânea com relação a outro termo muito comum: segurança ocupacional. Mas, esses são dois conceitos diferentes, e que possuem as suas particularidades.

Entende-se por Segurança no Trabalho a reunião de normas que pretendem proteger o trabalhador no exercício de sua função e no ambiente profissional como um todo. Ela é aplicada a partir da participação de um profissional técnico em segurança do trabalho.

É considerado acidente de trabalho aquele que ocorre durante o exercício de trabalho, seja dentro ou fora da empresa, desde que o profissional esteja prestando serviço nesse momento.

A definição desse conceito encontra-se no artigo 19 da lei nº 8.213/1991. O acidente de trabalho pode ser seguido de lesão corporal, psicológica, morte ou mesmo comprometer permanente ou temporariamente a capacidade de trabalho.

Essa área atua diretamente em parceria com a segurança ocupacional. Ela age através de ferramentas e procedimentos cujo principal propósito é eliminar ou reduzir os riscos de lesões.

Proteção dos trabalhadores

Proteção dos trabalhadores
A importância da NR 11 para o sistema de gestão de saúde e segurança no trabalho

Conhecida pela sigla de SSO – saúde e segurança ocupacional – está diretamente relacionada as metas e objetivos voltadas para a proteção dos funcionários, principalmente no que diz respeito a exposição contínua a fatores e agentes nocivos, tais como:

  • Ruídos, vibrações;
  • Vírus, fungos e bactérias;
  • Gases, vapores, ácidos e entre outros.

Essa reunião de estratégias e atitudes corroboram para o bem-estar de todos os profissionais, além de garantir que a empresa atue dentro das normas previstas em lei.

Participação dos trabalhadores para conscientização da Segurança no Trabalho

Nenhum emprego deve colocar em risco a vida ou a saúde – física ou mental – de seus funcionários.

Para isso, é essencial que os empregadores sigam com as normas impostas pela ISO 45001, e estimulem e encorajem a participação dos colaboradores nas mudanças que possam ser benéficas para todos.

É fundamental que os empresários e empregadores estimulem essa participação, e promovam a participação de todos os profissionais nos processos de desenvolvimento de métodos de segurança, monitoramento, e acompanhamento do emprego das normas.

Essa prática não deve ser desencorajada, e muito menos ser motivo de repreensão por parte das lideranças. Quando todos atuam em conjunto, as chances de que as coisas ocorram de maneira mais correta aumentam exponencialmente.

Principais causas de acidentes de trabalho e como evitá-las?

As principais causas de acidente de trabalho estão relacionadas a diversos fatores que precisam ser observados com atenção, para que assim sejam antecipadas as soluções, evitando problemas. Geralmente, os acidentes são causados por:

  • Falta de preparo técnico e treinamento;
  • Ausência do uso de EPIs – Equipamento de Proteção Individual;
  • Negligência na fiscalização;
  • Falta de manutenção nos maquinários;
  • Não cumprimento das leis trabalhistas e normas.

Ao identificar esses pontos, a empresa deve agir imediatamente para que as falhas sejam sanadas, de modo que os profissionais não tenham a sua vida e condição de saúde postas em risco.

CIPA – o que é e para que serve?

É justamente aqui que podemos citar o papel essencial da CIPA dentro de uma corporação. Através dessa comissão, é possível reunir funcionários para que atuem, em conjunto com a liderança, em prol do estímulo à segurança.

O que significa CIPA?

A sigla CIPA se refere a Comissão Interna de Prevenção de Acidentes, cujas atividades estão respaldadas na norma regulamentadora nº 05, aprovada pela Portaria nº 3.214, de 08 de junho de 1978 e atualizada pela Portaria SIT n.º 247, de 12 de julho de 2011 do Ministério do Trabalho e Emprego – TEM.

A CIPA deve ser formada a partir de uma votação, contando com um representante da classe trabalhadora e um representante da gestão. Ela será instaurada e mantida dentro da empresa, exigindo reuniões regulares.

NR – Normas regulamentadoras

Destacamos que o não cumprimento das normas regulamentadoras referentes a Segurança do Trabalho poderá acarretar a aplicação de penalidades conforme cada caso. Por isso deve-se atentar a isso, criando estratégias e métodos para um ambiente saudável e seguro para todos.

Saber o que é segurança do trabalho é essencial para que o exercício da empresa aconteça dentro da lei, e de acordo com todas as regras que regem a atividade.


Quer saber mais? Entre em contato conosco!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *